O clima continua quente pelos lados da Assembleia Legislativa do Amapá, que afastou Moises Souza da presidência

Pela segunda vez hackers invadem os sistemas da AL. Segundo a assessoria da Assembleia, o caso já está na PF e um dos invasores identificados.

Os deputados aprovaram requerimento para que Corregedoria da AL abra procedimento para investigar a relação da casa com a empresa Sigma, contrato que culminou na Operação Créditos Podres, da Polícia Federal. O requerimento foi aprovado pelos 14 deputados presentes à sessão desta quarta-feira, 9.

Deputados relatam ações de intimidação e ameaças, além de guerras e ataques nas redes sociais contra os deputados que trabalharam pelo afastamento de Moisés. Esses ataques partem principalmente de perfis fakes.

O deputado Ericlaudio Alencar chegou a sugerir que os deputados da comissão processante reforcem sua segurança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *