Novos e bons nomes surgem no cenário político para disputar a Prefeitura de Macapá

Enquanto julho não chega, mês em que começam as convenções para a escolha dos candidatos, novos nome surgem no cenário político-eleitoral para disputar a sucessão do prefeito Clécio, que está muito bem avaliado pela população.

E isso é muito bom. Mais pessoas com coragem para encarar os desafios de fazer gestão pública, administrar cidades e fazer política. A democracia agradece.

Ana Girlene – Jornalista e policial civil, Girlene tem sido convidada desde o inicio de 2019, para ser a candidata a prefeita pelo PC do B. Convite feito e reiterado pela deputada professora Marcivânia para ser a candidata ou compor chapa. Próxima da REDE e do grupo político do prefeito Clécio e do senador Randolfe, Girlene também pode ser uma opção do grupo. Diálogo aberto com o prefeito Clécio.

Ruben Bemerguy – Advogado, ex-secretário de Educação e ex- Procurador-Geral do Estado, Ruben foi convidado pelo senador Randolfe para ser uma opção de candidato da REDE. Ruben também é muito próximo de Clécio e da base política dos dois.

Dalva Figueiredo – Ex-governadora e ex-deputada federal, a professora Dalva pode ser o nome do PT na disputa pela Prefeitura de Macapá. Penso que o PT tem como estratégia política este ano, voltar pra base, disputar prefeituras e fazer grande número de vereadores.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *