MP-AP premia Melhor Arrazoado de 2017

O Ministério Público do Amapá (MP-AP), por meio do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF) e da Associação dos Membros do Ministério Público (AMPAP), promove, anualmente, o concurso do Melhor Arrazoado. A premiação foi realizada nesta segunda-feira (18), na Procuradoria Geral de Justiça Promotor Haroldo Franco e teve como vencedores os promotores de Justiça Neuza Barboza, Benjamim Lax e Miguel Angel, em 1º, 2º e 3º lugares, respectivamente.

A premiação é destinada aos três melhores trabalhos apresentados e autuados em qualquer fase do processo, em primeira instância, nas áreas criminal, civil, eleitoral e em processo administrativo.
“Este prêmio já existe há anos na instituição, e é um estímulo para que os membros possam desenvolver ainda mais suas atividades, com a dedicação que lhes é esperada. A ideia é divulgar os trabalhos desenvolvidos pelos membros e, neste novo momento, também os projetos realizados pelos estagiários”, ponderou o Coordenador do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional do MP, procurador de Justiça Nicolau Crispino, diretor do CEAF.

No primeiro lugar, a promotora de Justiça Neuza Barboza, foi premiada por uma réplica em Ação Civil Pública (ACP) referente ao município de Ferreira Gomes. Foi considerado o segundo melhor arrazoado as alegações finais em Ação Penal, feitas pelo promotor de Justiça Benjamin Lax, que atua nas promotorias de Justiça da Infância e da Juventude; Cível e de Atos Infracionais. Recebeu a terceira colocação a ACP, do promotor de Justiça Miguel Angel Ferreira, que exerce a titularidade da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos da Infância e da Juventude de Santana e coordena o Centro de Apoio Operacional da Infância, Juventude e Educação (CAOP-IJE), referente ao município de Santana.

“É um momento de muita felicidade para todos, pois simboliza o resultado de um ano de serviço. Vale ressaltar, que os que não conseguiram uma classificação, não podem se sentir menos que os demais. O fato de entregar um projeto já o faz vencedor. Parabéns a todos os concorrentes. Aos premiados, meus sinceros votos de mais sucessos em suas respectivas jornadas”, salientou o presidente da AMPAP, promotor de Justiça José Cantuária Barreto.

Premiação

A comissão, orientada pelo coordenador do CEAF e formada pelo procurador-geral de Justiça do MP-AP e pelas procuradoras de Justiça Socorro Milhomem Moro e Estela Sá, fez a entrega dos prêmios, que foram passagens áreas nos trechos Macapá/Rio de Janeiro/Macapá para o 1º classificado; Macapá/Salvador/Macapá para o 2º classificado; e, para o 3º classificado, uma passagem aérea Macapá/Fortaleza/Macapá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *