MP-AP consolida Carteira de Projetos 2021 com foco na modernização e combate ao crime

Em reunião realizada nesta terça-feira (20), na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, no Araxá, a equipe técnica do Ministério Público do Amapá (MP-AP) apresentou a consolidação das iniciativas que vão compor a Carteira de Projetos da instituição, para executar a partir de 2021, com foco na modernização, intensificação do uso das Tecnologias da Informação e Comunicação, para o combate ao crime.

Participaram da reunião o secretário-geral do MP, promotor Alexandre Monteiro; a coordenadora do Grupo de Atuação Especializada do Combate ao Crime Organizado (GAEGO), promotora Andréa Guedes, e equipe; a Assessoria Técnica (ASTEC), Assessoria Especial de Investigação em Tecnologia da Informação (ASSEINT), Núcleo de Investigação do MP (NIMP) e o Departamento de Tecnologia da Informação (DTI).

Cada área apresentou seus projetos, na esteira do permanente processo de transformação digital em curso no MP-AP, para tornar a prestação dos serviços nas promotorias cada vez mais eficiente, célere e automatizada, pelo acesso à informação dos que buscam o órgão para a defesa de seus direitos e, também, para as atividades de investigação e combate ao crime organizado em suas variadas vertentes.

Dentre outras, foram apresentadas as seguintes iniciativas: modernização de infraestrutura de redes e servidores utilizados para sustentação da comunicação de rede e arquivamento de provas; aquisição de equipamentos e softwares inteligente especializados em investigação, análise e gerenciamento de evidências de crimes.

“O MP-AP é considerado uma referência nacional, servindo de exemplo a outros MPs estaduais, justamente, por essa capacidade de articulação institucional, precisão na execução dos projetos e aplicação dos recursos. Estamos bem satisfeitos com os projetos apresentados pela nossa equipe técnica”, manifestou o secretário-geral, Alexandre Monteiro.

Na próxima sexta-feira (23), a carteira consolidada de projetos para 2021 será apresentada para a procuradora-geral de Justiça, Ivana Cei, que deverá, em seguida, agendar reunião com a Bancada Federal, para detalhar o impacto de cada iniciativa em favor da defesa da sociedade.

 

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Texto: Ana Girlene

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *