Médicos falam ao Programa Café com Notícia sobre o protocolo médico adotado nos pacientes com Covid-19

Os médicos Marco Túlio, Ana Chucre e Pedromar, falaram nesta segunda-feira, em entrevista a jornalista Ana Girlene, do programa “Café com Notícia” sobre o protocolo médico estão adotando em Macapá nos pacientes com Covid-19, com bons resultados, desde que iniciou há aproximadamente 20 dias.

O protocolo que eles estão usando é de uma médica brasileira, que utiliza o protocolo na Espanha, e repassou a um grupo de médicos de Macapá e de outras cidades do Brasil. O protocolo COVID-19 é usado na fase inicial da doença e vem apresentando bons resultados. Evitando que muitos pacientes agravem e precisem de UTI.

O protocolo foi apresentado ao governo do estado, prefeitura de Macapá e Conselho Regional de Medicina.

Veja algumas das falas desses respeitados médicos:

“O vírus deixou o mundo de joelhos. Então o protocolo é observacional. É o que podemos fazer em uma guerra. Medicina baseada em sobrevivência”.

“Nessa guerra, estamos utilizando a medicação da rede básica”. (Dr Pedromar)

“Em uma pandemia, que temos uma guerra com um inimigo novo, esse tipo de protocolo a gente chama de janelas de oportunidades na prevenção do agravamento da doença”. (Dr. Pedromar).

“Não existe fórmula mágica, coquetel mágico, para a cura do COVID. Precisamos avaliar o paciente, saber qual o verdadeiro quadro da sua saúde para podermos agenciar os medicamentos corretos e as dosagens”. (Dr. Marco Túlio).

“Temos principalmente que evitar o vírus do egoísmo. Daquela pessoa que está com sintomas gripais, vai ao supermercado, pega em produtos, que vão contaminar outras pessoas, que podem vir a precisar de uma UTI”.(Dra. Ana Chucre).

“As pessoas que não respeitam o isolamento social, que vão fazer caminhadas, passear em farmácias e supermercados, se contaminam e contaminam outras pessoas, pelo egoísmo”. (Dra. Ana Chucre).

“Todos nós temos riscos e podemos ser contaminados pelo coronavírus. Ainda não existe vacina e/ou cura. A única saída para não se contaminar é ficar em casa e usar as máscaras quando precisar sair. (Dra. Ana Chucre).

“Aos primeiros sintomas de COVID, procure logo atendimento. Seja a UBS, seu médico particular ou o Pronto Atendimento do seu plano de saúde. Para ser tratado na fase inicial da doença”. (Dr. Marco Túlio).

Pela entrevista dos médicos a lógica é:

Fique em casa. Não saia. Faça isolamento social.

Se for absolutamente necessário sair, use máscara.

Se sentir algum sintoma, procure imediatamente atendimento, para prevenir o ataque forte do vírus no organismo e pra evitar chegar na fase de infecção.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *