Máscaras artesanais são alternativa de renda para artesãos e trabalhadores manuais do Amapá

A produção de máscaras artesanais tem garantido lucro aos trabalhadores manuais e artesãos do Amapá, cadastrados no Núcleo de Associativismo e Economia Solidária da Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Sete).

Com as vendas, a ideia é criar uma renda extra para os dois segmentos neste período em que estão em vigência os decretos do governo do Estado e da Prefeitura de Macapá para prevenir o coronavírus. Entre as medidas, estão a suspensão de atividades não essenciais para evitar aglomerações de pessoas.

VEJA TAMBÉM: Isolamento social: saiba os novos horários e suspensão de serviços no Amapá

As vendas são feitas pelas redes sociais, encomendas e na modalidade pronta-entrega. O preço médio das máscaras está entre de R$ 2,00 e R$ 25,00. Os modelos são variados, há peças coloridas, em cor única e modelos infantis.

A artesã Joseli Modesto Nascimento é uma das fabricantes de máscaras. O modelo com dupla proteção é chamado de bico de pato e é confeccionado com tecido tricoline em algodão.

 “A gente teve que se reinventar com a pandemia do coronavírus para poder sobreviver. Eu trabalho com a produção de bolsas turísticas em algodão cru. Mas as vendas despencaram. Então a gente usou o conhecimento em costura para fabricar máscara em tecido. As vendas têm sido muito boas pela internet. Já vendi mais de 150 peças”, disse otimista.

A fabricação manual de máscaras faciais, em tecido, para proteção contra o coronavírus, é recomendada pelo Ministério da Saúde (MS). Elas protegem as pessoas da transmissão, através da captura de gotículas, que é a principal via de transmissão do coronavírus. A escassez no mercado de mácaras fabricadas pela indústria especializada, fez o MS recomendar o uso de máscaras artesanais.

De acordo com a secretária do Trabalho e Empreendedorismo, Marcella Chesca, o Governo do Estado não tem medido esforços para a prevenção e combate à pandemia do coronavírus. Os artesãos e grupos econômicos solidários estão fazendo a sua parte.

“Peço à sociedade amapaense que ajude os trabalhadores manuais e artesãos comprando seus produtos. No caso, suas máscaras artesanais. O gesto contribui para que estes segmentos possam gerar uma renda durante o isolamento social”, concluiu a gestora da Sete.

CONFIRA A RELAÇÃO DOS EMPREENDIMENTOS QUE ESTÃO COMERCIALIZANDO MÁSCARAS

 

EMPREENDIMENTO TIPO DE MÁSCARA CONTATO  
1  PIXUTA BOLSAS MÁSCARA DE PANO DUPLO MODELO BICO DE PATO 98134-5310  
2 CROCHÊ MIMOS DA MÁRCIA MÁSCARA DE CROCHÊ COM FORRO 98118-8967  
3 ATELIÊ DONA HELÔ MÁSCARA EM TECIDO TRICOLINE 100% ALGODÃO DUPLA FACE 98128-4012  
4 ARTES DA NANÁ MÁSCARA EM TRICOLINE COM FORRO EM TELA, COM FORRO DUPLO COM FILTRO E COM FORRO COM CARBONO 98124-1011  
5 CROCHÊ DA ROSE MÁSCARA DE CROCHÊ COM FORRO 99204-7738  
6 FOFURAS DA LU MÁSCARA TECIDO TRICOLINE MODELO BICO DE PATO 99202-1102  
MÁSCARA EM TNT GROSSO MODELO BICO DE PATO  
7 JACY ARTESANATO MÁSCARA EM ALGODÃO DUPLA FACE SEM ARAME 99131-0861  
MÁSCARA EM ALGODÃO DUPLA FACE COM ARAME  
8 ATELIER E ARTESANATO TODA CHIC MÁSCARA EM POPELINE ALGODÃO 100% DUPLA FACE 98108-2686  
9 ARTES EM RETALHOS MÁSCARA EM TRICOLINE DE ALGODÃO DUPLA FACE 99137-5493  
10 QL ARTES ARTESANATOS MÁSCARAS EM TRICOLINE 100% ALGODÃO DUPLA FACE 99145-0658  
11 OFICINA DO ARTESANATO MÁSCARA SIMPLES E PERSONALIZADA 99196-8918  
12 BONECAS DE PANO PERSONALIZADA MÁSCARA EM TECIDO POPELINE 99111-7650  
13 D’PAULA  BIOJOIAS MÁSCARA EM TECIDO POPELINE 99128-6721  
14 ATELIÊ BRINCANDO COM ARTE MÁSCARA EM TRICOLINE DUPLA FACE 98118-3699  
Portal do Governo do Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *