• Menos, né colega!
    Tá certo que, às vezes, devemos elogiar os “amigos”, mas acho que vc está exagerando (só um pouquinho…).
    Talvez as ruas dos condomínios, onde a “confraria” se reúne, não sejam tão esburacadas como as da cidade onde os demais cidadãos “comuns” sobrevivem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *