Luto

É com imensa dor que esse blog noticia o falecimento do querido Promotor de Justiça Haroldo José de Arruda Franco, ocorrida no final da tarde deste sábado, 28.05.

O Amapá perdeu Haroldo para um grave AVC sofrido no dia 09 de maio enquanto trabalhava na promotoria do Meio Ambiente, aos 44 anos.

Um grande promotor de Justiça. Dos mais competentes. Um grande amigo. Marido, pai e filho exemplar. Um irmão companheiro de suas irmãs. Um ser humano especial, humilde, solidário, correto.

Estou realmente muito triste em noticiar esse fato.

Leis mais sobre o querido Haroldo no blog de Alcinéa Cavalcante HTTP://www.alcinea.com

Nota do Ministério Público do Amapá

Morre o promotor de Justiça Haroldo José de Arruda Franco

O corpo será velado a partir da meia noite, no auditório da Promotoria de Justiça de Macapá

O promotor de Justiça Haroldo José de Arruda Franco faleceu neste sábado (28), por volta das 16h30, no Hospital Alberto Lima, em Macapá. O corpo será velado a partir da meia noite, no auditório da Promotoria de Justiça de Macapá, na Av. Padre Júlio, ao lado do Corpo de Bombeiros. O sepultamento será em Belém (PA).

Haroldo Franco deu entrada no Hospital de Especialidades Alberto Lima, vítima de AVC (Acidente Vascular Cerebral), que o deixou por vários dias na UTI. Permaneceu internado até 28 de maio, quando veio a falecer.

Haroldo José de Arruda Franco, filho de Ana Maria de Arruda Franco e do jornalista Haroldo Franco, já falecido, nasceu em Belém do Pará, em 18 de setembro de 1966.  Casou-se com Arlete Maria Tavares Franco, com quem teve duas filhas, Nathalia Tavares Franco e Noelle Maria Tavares Franco.  Era irmão da procuradora-geral de Justiça, Ivana Lúcia Franco Cei, e de Josiane e Simone Franco.

Mudou-se para Macapá (AP) e atuou como Defensor Publico, no extinto Território Federal do Amapá. Em 6 de setembro de 1994 foi empossado no Ministério Público do Estado do Amapá, ocupando o cargo de Promotor de Justiça. No ano de 2002 ganhou o prêmio de Melhor Arrazoado Forense, concurso organizado pelo Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional, Procuradoria-Geral de Justiça e pela Associação dos Membros do Ministério Público (AMPAP). Foi condecorado em 2008 com a Medalha do Mérito Militar “Tenente José Alves Pessoa”.

Promotor de Justiça renomado participou de diversos casos de grande repercussão na capital, como os relacionados a crimes ambientais, enquanto titular da Promotoria de Justiça do Meio Ambiente.

Além da família e do Ministério Público, Haroldo Franco tinha como paixão o xadrez, esporte no qual foi campeão paraense, e o Paisandu, de Belém, clube de seu coração.

  • Estou muito triste hoje, pelo prematuro falecimento do Dr. Haroldo Franco,brilhante promotor, além de excelente pessoa e um grande amigo. Desejo a toda a família, muita força e fé em Deus, pois só Deus nos conforta. Rezarei pelo meu amigo, estimado Dr. Haroldo Franco, que me ajudou muito em vida quando passava por sérios problemas pessoais.
    Força e Fé a esposa, filhos e toda a família.

  • O jornalista Haroldo Franco montou jornal na esquina do Canta Galo (Leopoldo com Pe. Julio), canto de casa. Anos depois conheci o Dr. Haroldo e a Dra. Ivana no MPEAP. Humildade e amizade faz parte dessa família. Lembro como o Haroldo falava com amor de suas filhas. Tenho certeza que foi um excelente pai. “Segura na mão de Deus e vai”….

  • Haroldo deixou para todos um exemplo a ser seguido. Como Defensor Público, com sua simples presença na Sala de Audiências era conforto e segurança para os pobres que defendia. Como Promotor de Justiça, brilhava como estrela de primeira grandeza. Como AMIGO, estará sempre presente em minha lembrança em razão de sua lealdade, honestidade e equilíbrio. Obrigado, grande AMIGO, por você ter feito parte de minha vida e de minha história. Vá com Deus.

  • Na minha visão míope da vida, fico triste por saber que alguém de boas intenções viaja de forma prematura ao Oriente Celeste, entretanto, Deus está a frente da VIDA e somente permite que aconteça o MELHOR aos seus filhos!
    Ainda em vida, o Doutor Haroldo Franco foi indicado, em 2008, pelo Comandante Geral do CBMAP, a ser agraciado com a Medalha do Mérito Militar “Tenente José Alves Pessoa”, pelos relevantes serviços prestados a esta instituição, no período que esteve a frente da Promotoria Militar do Amapá.
    O Doutor Haroldo desapareceu de nossas vistas, no entanto, estará sendo recebido no Plano Espiritual por aqueles amigos que o precederam nesta viagem, que a proprósito, TODOS NÓS UM DIA FAREMOS…!

  • A passagem do dr. Haroldo pelo plano físico foi cercada de honestidade, trabalho, compromisso, lealdade e grandes amizades. Perde o MPEA um grande promotor de jusiça que deixou um legado na área do meio ambiente. Que as lutas dele continuem em sua memória. Sei que o “chefito”, como lhe chamei muitas vezes está bem no plano espiritual porque aqui na terra foi um homem de bem.
    Não acredito na morte do espirito e sim na morte do corpo por isso, sei que o dr. Haroldo vai continuar velando por esse estado. Obrigada por sua amizade e sei que poderemos continuar contando com seu trabalho só que agora, do plano espiritual. Conforto aos familiares e amigos. A morte é apenas uma transformação.

  • Para a família do caro e saudoso Haroldinho, sua avó Lali diria:
    Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.
    Onde houver ódio, que eu leve o amor,
    Onde houver ofensa , que eu leve o perdão,
    Onde houver discórdia, que eu leve a união,
    Onde houver dúvida, que eu leve a fé,
    Onde houver erro, que eu leve a verdade,
    Onde houver desespero, que eu leve a esperança,
    Onde houver tristeza, que eu leve a alegria,
    Onde houver trevas, que eu leve a luz.
    Ó Mestre, fazei que eu procure mais
    consolar que ser consolado;
    compreender que ser compreendido,
    amar, que ser amado.
    Pois é dando que se recebe
    é perdoando que se é perdoado
    e é morrendo que se nasce para a vida eterna…

  • Idealismo, ética, dedicação, coerência e brilhantismo fizeram dele um profissional do mais valioso quilate. Mas, ainda mais valorosos que o desempenho em sua irretocável carreira, o humanismo, a simplicidade, a empatia, a solidariedade e a generosidade acima de quaisquer diferenças revelavam o desprendimento e o elevado caráter do grande e precioso amigo, acima de irmão, cujo amor se perpetua agora nas esferas celestiais, com a plenitude da liberdade nos braços do Senhor Jesus, nos aguardando para o inevitável reencontro, enquanto a saudade transcende todas as dimensões da existência humana.
    Sua irmã,
    Simone Franco Salame.

  • Fiquei profundamente triste em ler esta notícia. Conheci o Haroldo no colégio, irmão da Simone com quem estudei durante alguns anos em Belém. Eu tinha notícias esporádicas do Haroldo, vez que moro em Belém, mas tenho certeza de que foi um excelente profissional, pois sempre foi bom filho, irmão e colega de colégio. Muitos anos se passaram desde que o conheci, mas restou saudades.

  • I MEMORIAL de XADREZ HAROLDO FRANCO
    DATA: 27/05/2012
    Local: HOTEL REGENTE – Salão Ariramba
    Sistema Suíço de 7 Rodadas – 21 x 21 Sub 18 e 25 x 25 Abosluto
    Inscrições no Local: R$ 10,00
    Arbitragem: AA CBX Lauzeniro Andrade
    [email protected]
    (91) 91150869 (vivo) – 32486213 – 84800097 (claro)
    Torneio Sub 18 ás 9horas
    1º Lugar – Medalha + 50,00
    2º Lugar – Medalha + 30,00
    3º Lugar – Medalha + 20,00
    Torneio Absoluto ás 14horas
    1º Lugar – Troféu + 50,00
    2º Lugar – Troféu + 30,00
    3º Lugar – Troféu + 20,00
    Realização: ASSENBEL: http://www.assenbel.xadrezdonorte.com.br
    Apoio Fotográfico: Cine Vídeo Produções
    Tapanâ Autopeças
    Apoio: Federação de Xadrez do Pará – FEXPA http://www.fexpa.org.br

  • Cnheci pouco o Haroldo Franco mas um pouco foi suficiente pra enter como tinha tantas quldades. Lembro do dia nove de Abril na Cairu – Estação das Docas em Belém onde conversamos mais do que jogamos xadrez e um mes depois recebia a notícia fatal do AVC sofrido pelo nobre amigo que veio a faceler um mês depois.

  • Hoje, 01 ano e 01 mês, sem meu amigo HAROLDO JOSÉ DE ARRUDA FRANCO, uma pessoa especial, que deixou muita saudade e dor no coração de toda sua familia e de muito amigos, sei que onde estiver, merece receber todas as orações que podermos fazer, mais sei que deve continuar um espirito de muita luz, como sempre foi nesta vida: alegre, brincalhão, mais honesto e sicero quando tinha que ser, uma pessoa que só nos deixou saudades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *