Liminar da justiça que proíbe enfermeiros de solicitar exames dificulta o atendimento a pacientes

A liminar concedida ao Conselho Federal de Medicina que suspende parcialmente a Portaria nº 2.488/2011 do Ministério da Saúde que permitia aos enfermeiros solicitar exames tem provocado um debate acalorado entre as categorias de médicos e enfermeiros há duas semanas. Mas, nessa “briga” quem está sendo prejudicado é o paciente da atenção básica que significa uma parcela grande da população que é atendida pelo SUS. O Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) está cumprindo a decisão, mas já entrou com recurso judicial para derrubar a liminar e diz que é um retrocesso da saúde pública e desrespeito à população. No Amapá, o Conselho Regional de Enfermagem se movimenta para mobilizar os profissionais que estão indignados com esta situação que mudou a rotina de atendimento nas Unidades Básica de Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *