Homenagem a Ana Raquel Possas da turma “entardecida, talvez” do Mestrado em Desenvolvimento Sustentável da UNIFAP-UnB.

*Por Marco Antonio Chagas.

“Quando perdemos uma amiga, perdemos também parte de nossas histórias”

 

Ana Raquel nos chamava de “meninos”. Uma turma de 20 amapaenses, a maioria na faixa dos 30 a 40 anos, que em 2001 iniciaram um Mestrado em Desenvolvimento Sustentável na UNIFAP em parceria com a UnB. Entre nós, a “gostosa Ana Raquel”, como um dos salientes da turma a chamava. Em reposta, dizia: – “Menino, para com a tua saliência! Vou contar para o Eduardo”. E muitas vezes o Eduardo Celano se fazia presente e sorria, concordando com o carinhoso elogio. 

Ana Raquel, o poeta Mia Couto tem um texto que fala do tempo da vida e nós gostaríamos de dedicar a você, que adiou seus sorrisos a espera de novos encontros.

A Adiada Enchente

Velho, não.

Entardecido, talvez.

Antigo, sim.

Me tornei antigo

porque a vida

tantas vezes, se demorou.

E eu a esperei

como um rio aguarda a cheia.

Homenagem a Ana Raquel Possas da turma “entardecida, talvez” do Mestrado em Desenvolvimento Sustentável da UNIFAP-UnB.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *