Governo se alia ao BNDES para ofertar crédito do pequeno ao grande empresário

O Governo do Amapá, em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), apresentou a empresários locais uma das linhas de crédito que a instituição financeira oferece às empresas de médio e grande porte. O evento ocorreu na quarta-feira, 24, na Federação do Comércio do Amapá (Fecomércio/AP), em Macapá, e foi presidido pelo governador em exercício, Jaime Nunes.


Também haverá incentivos para os pequenos empreendedores. Nesta quinta-feira, 25, estão sendo lançadas as cartilhas Micro Empreendedor Individual-MEI, Linhas de Acesso ao Crédito, Microempresas e Empresas de Pequeno Porte-EPP. E, também, novas linhas de crédito especial voltadas às micro e pequenas empresas do Amapá (MPEs).
O governador em exercício, Jaime Nunes, disse que a iniciativa do governo em chamar o BNDES, é para retomar o crescimento econômico do Amapá por meio da geração de emprego e renda. E estimular o fortalecimento do mercado interno aumentando a competitividade diante do cenário econômico atualmente vivido no Amapá e no Brasil. “O governo do Estado tem o compromisso de fortalecer o empreendedorismo. E a parceria com o BNDES para conceder essa linha de crédito tem o objetivo de desenvolver a economia local”, justificou Nunes, falando também da importância da Fecomércio/AP na intermediação dos empreendedores com o governo e o banco.
Fomento
O BNDES é uma empresa pública federal e, através de financiamentos, apoia empreendedores de todos os portes. E quem apresentou a linha de crédito foi o gerente do Departamento de Originação do Norte e Centro-Oeste do banco, Ian Guerrieiro. A modalidade apresentada permite o financiamento a partir de R$ 10 milhões.
“Nós queremos estabelecer novas relações com empresários e com o Governo do Amapá e, assim, viabilizar o desenvolvimento econômico, o aumento da produtividade, da competitividade e modernização”, enfatizou Guerreiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *