Gorou!

Audiência Pública programada pela SEMA/IMAP,  para discutir o Projeto da Usina de Caldeirão em Porto Grande não foi realizada  para decepção de muitos a alegria de outros tantos. Projetada para produzir 219 megawatts e previsão de 1,4 bilhões de reais em investimentos, poderá ter seu cronograma adiado. O grupo de empresas liderados pela Construtora Norberto Odebrecht, Neoenergia e Eletronorte já descartou a possibilidade de inserir o empreendimento no próximo leilão de energia a ser promovido pela ANEEL. Não se sabe se as demais audiências programadas para Macapá (amanhã) e Ferreira Gomes na próxima semana serão realizadas. Não foram esclarecidos os motivos do cancelamento. Especula-se que a ausência do COEMA, inclusive de seu Presidente, que é o secretário de Meio Ambiente, assim como a falta de organização, cuja responsabilidades é dos orgãos estaduais, podem ter sido a causa do cancelamento. A empresa Ecotumucumaque,  apresentou o Estudo de Impacto Ambiental do Empreendimento, já que a população de Porto Grande estava lá para participar da audiência.

Supresa!

Ganha um Sonho de Valsa, quem adivinhar quem foi o maior defensor do meio ambiente e dos ribeirinhos na reunião que era pra ser audiência pública.

  • Hoje a SEMA está sem governança. O PV não tem quadro para gerir uma pasta tão importante para o Estado. E pior os servidores estão todos saindo da sema para outras instituições devido perseguição politica. Senhor Governador, que prometeu tanta mudança, começa a mudança tirandop do PV a sema.

  • A sema está sem governança. O Quadro é caótico. Os servidores estão batendo em retirada para outras instituições, já que não existe condições de trabalho, corroborado pela perseguição política. Fora PV (Grilo e Zezé).

  • Cara Alcilene,

    A propósito gostaria de informar;
    1. Segundo alguns conselheiros o convite foi feito de forma extemporânea, o que teria impossibilitado a participação de alguns, além do que não teriam sido convidados por quem de direito, no caso o representante do órgão licenciador;
    2. Em reunião técnica realizada na semana anterior, ficou claro aos presentes, que haveria dificuldade para realização da Audiência Pública, principalmente pelo fato dos responsáveis pelo licenciamento não terem um posicionamento, ainda que preliminar sobre os impactos gerados pelo empreendimento. Fator este importante para subsidiar e qualificar a participação e manifestação dos presentes na Audiência pública;
    3. Entendo não ser razoável mobilizar as instituições, técnicos e a sociedade e sem justificativas sólidas, deixar de realizar a Audiência pública convocada, com evidentes prejuízos a todos e principalmente ao saudável debate democrático sobre o Projeto.
    4. Por fim, entendo que a ausência de conselheiros não é fator impeditivo à realização de Audiência Pública.
    Alcione Cavalcante
    Conselheiro COEMA/AEFA

      • Por que ele pediu que fosse retirado. Quando liberei nao tinha visto o email dele pedindo pra retirar. Ele tinha se enganado em alguma palavra que leu, acho

        • Isso mesmo Lene, confirmo meu pedido de retirada do comentário e desculpas ao Alcione pelo equívoco. O Alcione é uma das minhas referências profissionais nesse Estado.

  • Prezada Alcilene, no intuito de contribuir com sua reflexão a respeito da audiência pública para discutir o projeto da Usina Caldeirão em Porto Grande no ultimo dia 19/08 tenho a acrescentar:
    -Como conselheira tenho muito a questionar quanto a gestão atual do COEMA, especialmente quanto à exigüidade dos prazos que a secretaria do CONSELHO vem realizando as CONVOCATÓRIAS. Aliás, não são CONVOCATÓRIAS são CONVITES assinados pela Gerência Juridica do COEMA.
    Para a participação da Audiência Publica (AP) em questão sequer chegou Oficio para as instituições autorizarem a tempo a participação de seus membros. O convite foi via e-mail, no dia 15/08, as 15:08h. Muitos conselheiros provavelmente não tomaram conhecimento em decorrência dessa falha na COMUNICACAO.
    Em uma das reuniões do COEMA, ocasião em que fazíamos o exercício de um PLANEJAMENTO para as ações 2011-2012, a divulgação/comunicação foi considerada como um dos gargalos que trava a boa performance do Conselho.
    Percebo uma falta de maturidade especialmente da Secretaria do COEMA para conduzir tal processo. Há uma ausência total das instituições que constituem hoje o COEMA e esse esvaziamento, em meu ponto de vista, reflete o que é hoje a Secretaria de Estado Meio Ambiente.
    A questão ambiental exige conhecimento profundo e até INTERDISCIPLINAR.
    Tenho-me manifestado nas reuniões sobre a maturidade que o COEMA alcançou no Governo do PDSA: muitas das vezes os conselheiros confundiam seus papeis, trocando de posição: uma hora agiam como ONGs, outra como Governamentais. E isso era ótimo porque de fato as instituições se faziam representadas na integridade e não em “partes”, e seus membros representavam legitimamente os interesse não somente das instituições, mas da sociedade na sua diversidade.
    Lamento profundamente o cancelamento da reunião e como Conselheira vou solicitar ao Presidente, Secretário de Estado do Meio Ambiente, uma pauta exclusiva para tratarmos dessas questões já que há uma Agenda fechada de Audiências Publicas para discutir o referido projeto.
    O Amapá precisa construir sua Agenda Ambiental e isso poderá começar com um COEMA atuante e consciente de seu papel para a construção de uma sociedade sustentável.
    Irani Gemaque

  • Estive presente na reunião que aconteceu no Porto Grande. Na minha humilde opinião, a hidrelétrica chega num momento oportuno.
    Geração de emprego imediata em um municipio que depende completamente da prefeitura e da Amcel não tem como ser ruim. Parte de Porto Grande deve ser inundada, mas a empresa afirmou que todos os atingidos serão indenizados.

    Oferta de trabalho e empregos para muito durante, pelo menos, cinco anos é algo que jamais aconteceria no município.

  • falta de organização e pessoas com respaldo para atuar na area ,pois os responsaveis não tem conhecimento e nem inteligencia para pedir pra sair dos seus cargos.lembro que as audiencias passada foi tudo muito bem organizado,ta na hora de trabalhar pois o tempo tá passando e nada foi feito.acorda…

  • Esse pessoal que vive detonando os empreendimentos energéticos, deveria voltar ao tenebroso tempo das cavernas, onde se queimava lenha para produzir energia (calor). Pergunto se vivem, sem tv hd 50 polegadas, computador, usado para ”tuitar”, geladeira para conservar sorvete, e gelar a birita e claro a central de 30 mil btus…cambada de hipocritas!

  • a cada dia que passa esta claro e evidente que,a gestão ambiental do estado neste viés que foi montado pelo governo anterior,não chegara a resultado satisfatorio para a politica ambiental do Estado.1. A divisão de poderer da SEMA. 2.duas assinaturas em Uma licença AMBIENTAL.3.Um COEMA fragilizado.4.um SEMA dividida % politicamente.5.o rastro de erros,abuso de autoridade, inlegalidade de gestores que antecederam o atual.6.pontos a serem repensados pelo governador Camilo com a ajuda do senador Capi,dep. Janete,urgente,,,.Ai está o desafio pra todos que tem corajem de contribuir para um amapá de todos,mais com o tripe do PDSA, E ESRGATA-LOS SEM MEDO,E AVANÇARMOS AMBIENTALMENTE CORRETO, Pois do jeito que está, estará fadado o discurso.um menbro do PV comprometido com a causa está avisando,mais audiencias como essa teremos.mamede leal siqueira/gerente do nucleo de uso sustentavel,

  • Parabéns pelo seu blog e realmente sou um técnico de estado que sempre procuro a sema para referendar os trabalhos da minha instituição. Hoje o que percebe é um desordem na sema, não existe governança e os técnicos antigos estão na geladeira ou procurando outras secretarias. As pessoas que assumiram os cargos não tem competência e isso acaba prejudicando uma secretaria tão importante para o Estado. Senhor Governador olhe para a sema que sempre foi uma secretária importante para o partido de seu pai e mãe. O PV não tem quadro para gerir uma pasta tão importante e seria. Concordo com várias falas, precisamos renovar o COEMA com urgência. As pessoas que compõem o COEMA hoje são empresários e prestam consultorias para as empresas que estão sendo licenciadas e negociam através da sema e do imap a liberação. ISSO É UM VERGONHA. Os conselheiros estão a mais de 10 anos sem que seja renovado, existe vícios e atos contrários ao bom direito. Sem acrescentar que possui um presidente sem conhecimento técnico necessário para gerir o coema. As próximas audiências que ocorrerão serão mais tristes ainda. Governador cadê as mudanças tantas prometidas. Quatro anos passa rápido. O Povo não esquece. Seja FORTE como seu PAI.

  • Vamos melhorar esse estado. Olha o que a Presidenta está fazendo em Brasília. Governador olhe o espelho antes que quebre. Precisa renovar a sema e o coema que estão falidos e podres. PV não tem cacique para gestar uma secretaria como está. O PSB deveria assumir JÀ.URGENTE. ANTES QUE SEJA TARDE.

  • Estão brincando com a pasta de meio ambiente. Tomará que o senador assuma logo para que ele possa assumir a sema e tirar esse PV da sema. Lugar de deputado é na assembléia e não negociando cargo. Na eleição para verador por favor não volte no GRILO e par deputado não volte no ZEZE. Só querem cargo e não fazem nada pela sociedade. A Prefeitura está cheia de cargos deles e na Câmara de veradores não é diferente. Não tem projeto e nem sabe falar direito.

  • Cara,
    O ex-deputado Feijão foi o grande defensor do meio-ambiente e dos ribeirinhos,tomando as baneiras do CPT e do Galazzi. Soou mais falso que nota de 200 reais, mas eu tava lá e vi e ouvi com esses ouvidos que a terra há de comer. Quero meu sonho de Valsa.
    Muleke, que pensava já ter visto tudo na via….

  • Deixe o Feijão em paz. é UM ÓTIMO TÉCNICO E TEM COMPETÊNCIA DE SOBRA PARA GERIR QUALQUER PASTA DA ÁREA AMBIENTAL E DE ORDENAMENTO TERRITORIAL. é UMA REFERÊNCIA NO ESTADO E NA aMAZÔNIA. AGORA QUEM É MERÉ, GERALDO CAPELA, IRANI. NADA. SEM EXPRESSÃO PARA GERIR NADA. QUAL EXPERIENCIA TEM. NENHUMA. A MESMA COISA É EM RELAÇÃO AO TOLEDO, DEIXE O CARA TRABALHAR. O GERALDO JÁ ESTA DE NOVO COM MOTIM, NÃO DESISTE DE SER SECRETÁRIO DA SEMA. nÃO TEM ESTUDO E FORMAÇÃO SUFICIENTE. É SOMENTE NÍVEL MÉDIO, SE TIVER.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *