Falta gasolina no Amapá. E isso é tãaaaao anos 70

Há aproximadamente 10 dias falta gasolina no Amapá. O ápice do caos aconteceu nesta terça-feira, quando os postos de gasolina zeraram e tanques dos veículos também.

Imensas e sofridas filas no escaldante calor equatorial e ruas quase sem carros foram o retrato da cidade ontem.

Consumidores ficaram horas nas filas e houve brigas nos postos. Polícia teve que ser acionada.

Fonte do blog que atua no ramo de transporte de combustível da Petrobrás em Santana, me disse que houve uma quebra no ciclo. Primeiro com o derrame de tickets de combustível e alto consumo nos dias que antecederam o primeiro turno das eleições. No mesmo período desse alto consumo, duas balsas de combustível atrasaram. As duas coisas juntas quebraram o ciclo, levaram ao desabastecimento, a alta procura, culminando com os postos zerados ontem. Ainda ontem chegaram duas balsas com gasolina, mas que segundo a mesma fonte, não vai resolver ainda o problema. Fora isso, tem outros problemas de ordem técnica e política que por questão profissional, preferiu não me revelar.

Cara de paisagem

Apenas no décimo dia e no auge do desabastecimento, alguma coisa começou a ser feita. O estado, que estava de braços cruzados, começou a agir para saber o que estava acontecendo e o PROCON foi acompanhar o aumento de preços que o mercado em crise acaba apresentando.

Em Brasília

Senador João Capiberibe, depois de tentar entender o que acontecia perguntando nas redes sociais, mobilizou os órgãos competentes em Brasilia, como a Agência Nacional do Petróleo, exigindo explicações e soluções para o que acontecia no Amapá.

Deputado Bala Rocha foi outro que se mexeu buscando ajuda para resolver o problema.

 

Interior

Se o problema na capital está assim, dá pra imaginar como estão isolados os irmãos moradores do interior do estado.

É a treva, meus amigos.

Foto: Robson Bezerra
Carro do google Maps, na fila. Foto: Ludmila Miranda
Tensão. Foto: Monalisa Kato
Madrugada no posto. Foto: Klebson Vinhas
  • Essa foto do carro do Google Maps parado na fila de abastecimento foi ótima. Deveria ser premiada.
    Quer dizer então que Macapá será a única cidade do mundo que, ao ser visitada no Google, não mostrará suas ruas e sim uma vergonhosa fila em 360 Graus!!
    A situação seria cômica se não fosse trágica.
    Bom, aqui com certeza é o fim do mundo mesmo, ops, quer dizer: meio do mundo.

  • Alcilene, não consigo entender como SÓ AGORA as autoridades constituídas deste Estado estão começando a tomar providencias. A Base da Distribuidora TEXACO, a única no Estado, é a mesma desde 1950 da implantação da ICOMI e a nossa frota de veículos vem aumentando todo mês. Será que não tinha nenhuma “cabeça Iluminada” para prever isso? Imcompetência de quem? Nossos Deputados e Senadores agora vão tomar providências? É por isso que nosso Estado não sai dessa Estagnação, falta compromisso dos políticos com a população, respeito ao consumidor. É revoltante essa situação.

    • Concordo!
      A imensa maioria dos políticos dessa terra não servem para nada mesmo, a não ser se consagrarem como mestres na corrupção.
      Neste quesito são maiorais, campeões invictos, etc.
      Um sistema de distribuição de 1950, para um Estado de 2012. Vergonhoso!

  • Pra quem tava acostumado a andar na reserva o ticket caiu bem. Apesar do caos, e dos prejuísos sociais, não me segurei e espoquei na gargalhada constatando a dependência a que nós mesmos nos submetemos. Sei que o petróleo será substituído pelo álcool ou outro combustível orgânico e os poluentes motores à explosão continuarão em uso. Só rindo para esconder a triteza da insistência em permanecer no erro.

  • Tinha mais gasolina nos postos na época do Plano Cruzado, em 1986, do que agora, aff… Está na hora de começar a modernizar a infraestrutura desse estado, não?

  • Concordo plenamente com você Alcilene! O governador e a bancada demoraram muito a se mobilizar deixaram o caos se instalar pra poderem tomar atitude que ao meu ver não resolve. No minimo o governador do estado deveria ir aos meus de comunicação para esclarecer tal situação, pois o povo não sabe ao certo qual o verdadeiro problema da falta de combustível nos postos. Hoje na tv Amapá o diretor do Detran disse que esse problema é decorrente do aumento da frota de veiculo, logo em seguida a apresentadora informou que técnicos da Petrobras disseram que o problema foi decorrente de uma obra no Pará agravado pelo círio de Nazaré.O que eu percebo é que o estado ta querendo tirar o seu da reta! Como pode não haver planejamento para melhorias de distribuição de combustível? Sou Amapaense e sou testemunha que isso acontece já a décadas. Vamos lá governador mostre a sua cara e de explicações para a sociedade amapaense quando será resolvido esta situação?

  • Concordo plenamente com você Alcilene! O governador e a bancada demoraram muito a se mobilizar deixaram o caos se instalar pra poderem tomar atitude que ao meu ver não resolve. No minimo o governador do estado deveria ir aos meus de comunicação para esclarecer tal situação, pois o povo não sabe ao certo qual o verdadeiro problema da falta de combustível nos postos. Hoje na tv Amapá o diretor do Detran disse que esse problema é decorrente do aumento da frota de veiculo, logo em seguida a apresentadora informou que técnicos da Petrobras disseram que o problema foi decorrente de uma obra no Pará agravado pelo círio de Nazaré.O que eu percebo é que o estado ta querendo tirar o seu da reta! Como pode não haver planejamento para melhorias de distribuição de combustível? Sou Amapaense e sou testemunha que isso acontece já a décadas.

  • Pobre cidade, devastada pela corrupção, uma cidade entregue as baratas, ratos animais e ratos humanos, sem banda larga na internete, sem energia que falta constantemente nos bairros, sem agua tratada, preço MCP/BLM uma fortuna,putz!!! saudades da minha Macapá quando eu era menino e andava na garupa da bicicleta do meu Pai navegava nos rios da amazonia no colo do meu saudoso avó, esta Macapá de hoje é só assaltos, engodos, uma terra do nunca, parada no tempo e olha que o tempo não para…ta certo meu Pai Nonato leal que quer vender a casa pra irmos embora pra Belém…enfim…que venham dias melhores espero não morrer antes pra ver a bonanza depois desta tempestade de mentiras que assola o Amapá.

  • Nossa querida Macapá estar faltando farinha,gasolina e sangue, aproximadamente 60 dias estava faltando cimento, o meu querido são jose, rogai por nós

  • Por vivermos em locais isolados, onde alguém tem que viver nesse Brasil Continental, algumas vezes pagamos duplamente a conta: termos que ficar horas a fio na fila do combustíbel, e ainda por cima contarmos com a reconhecida competência da CEA e faltar energia por cerca de uma hora e meia a duas horas. Ah, e depois de vc ficar cerca de 4 horas na fila onde lhe foi informado que podia completar o tanque, chega uma portaria fajuta do Ministério Público, determinando que podia ser abastecido apenas 25 litros.

  • O pior de tudo é ver e ouvir os defensores do Sarney dizendo que ele resolveui o problema do abastecimento de gasolina para o Amapá. Esse cidadão está há mais de vinte em brasilia e nunca moveu um dedo para a melhoria estrutural das distribuidoras que atuam no Estado.

  • Repiquete é memória. Então, vamos rememorar: todo ano eleitoral, e só em ano eleitoral, no período da eleição, falta gasolina. Lembrando disso, na semana que antecedeu a eleição, reabastecia todo dia. Como se vê,essa falta de combustível não é novidade e tudo o que se diz, inclusive de que o Amazonas está secando, é conversa pra boi dormir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *