• Meus sentimentos à familia do Padre Paulo.Eu era garota(7 anos) e morei atrás da Igreja S. José,mas lembro dele,um amor de pessoa.Que Deus o tenha em seus braços.

  • O Padre Paulo era uma pessoa extremamente gentil, sempre amável, com sua voz tranquila. Fará muita falta neste mundo tão conturbado em que vivemos. Lembro dele desde pequeno, na década de 70, quando eu frequentava as missas da antiga igreja de São José. Fiquei triste ao ouvir hoje pelo rádio a notícia do seu falecimento. Com certeza, merece muitas homenagens, por todos os anos dedicados à evangelização no nosso Estado.

  • Fico triste em saber que um grande mestre partiu. Recebi a primeira comunhão do Padre Paulo em 1980. Fica a saudade!!!

  • Alcilene, qdo estive na Italia em 1983 conheci a familia do Pe Paulo, em Aversa, na regiao napolitana. Fomos com amigos conhecer Pompeia e subimos ao Vesuvio de carro. Na subida do Vesusio, o vento estava tao forte nesse dia que fomos obrigados a descer logo. O Pe Paulo e sua familia foram tao acolhedores e simpaticos que nunca esquecemos. Se a Giovana, sobrinha dele, ler seu blog internacional ela podera me localizar aqui. beijos

    • Este é João, o sobrinho do padre Paul Hare, leio este blog por acaso em busca de notícias e comentários de seus amigos brasileiros. Estou feliz que todos os que conhecia meu tio relembrou com carinho e amor fraternal. Tio Paulo estava com a gente quando aconteceu o evento de coração que levou à morte. Para nós foi um acontecimento doloroso para este dia eu escrevo. Eu adoraria ter mais notícias do meu tio Paulo e minha família que eu não sei. Se você quiser escrever pode fazer neste e-mail: vale.sergio @ tiscali.it.
      Obrigado e até breve

  • Macapá, 22 22 junho de 2011.
    “Aos familiares do saudoso Pe. Paulo Lepre”
    Que Deus abençõe e proteja a todos,pois sei como é difícil conviverver com a ausência do Pe. Paulo, após 7 meses de sua partida, todos da família Sacramento de Souza nos sentimos meios pertidos, pois o Pe. Paulo, era uma pessoa muito especial, estava sempre presente em todos os momentos de nossas vidas ( tristes ou alegres), nos apoiou muito quando perdemos em 1980 nosso irmão João, em 2003 nosso pai Humberto e em 19 de janeiro de 2010, nossa querida mãe Lucila, ele sempre nos falava tenham “fé e coragem”, pois Deus nunca desampara seus filhos. Por isso caros amigos, não desanimem, un grande abraço em Cristo! De todos da família Sacramento de Souza.

    • Bom dia,
      Estou iniciando uma pesquisa sobre minha familia e gostaria de saber se vc´s não tiveram noticias de parentesco em Caruaru “PE” – Serra dos ventos. Minha avo: Joana Maria do Sacramento.

      grato,
      Oziel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *