Europa: Registros e Dicas.

Falei que iria escrever aqui sobre a viagem de férias à Europa. Demorou, mas acho que agora já organizei os registros e separei algumas dicas legais.

Vou postando devagar por aqui.

Mas antes de tudo, saiba o seguinte:

Sim. Nós da classe média e assalariados, podemos viajar à Europa. Na boa. Se planejando, nem sai tão caro. Às vezes até mais barato que algumas viagens para alguns destinos no Brasil em alta temporada, já que o preço das passagens aéreas não tem limite em alta temporada e os hotéis no Brasil estão entre os mais caros do mundo.

Comecemos por Lisboa – Portugal

Lisboa é uma cidade calma, agradável, limpa, arborizada, cheia de jardins e de trânsito tranqüilo.

Já fui pra lá com envolvimento emocional. Meu avô paterno, Domingos Pereira Carvalho, era português de Lisboa.

Turismão – Pra fazer o circuito de turismo todo, tem o ótimo serviço dos ônibus de turismo, aqueles tipos de dois andares, com andar de cima aberto, que tem na Europa inteira. O de Lisboa foi o que achei melhor e mais barato: 25 euros pra passear por dois (2) dias, com internet free, paradas em todos os pontos turísticos de Lisboa e ainda passeio pelo litoral, que é lindo, às cidades de Estoril, Cascaes e Corcovedo. As praias de Portugal são lindas. Mas quando fui estava bem frio.

Ricardo Dias e nossos amigos e companheiros de viagem, Vivianne e Dorivaldo

Gastronomia – Lisboa é um lugar onde se se come muito bem. E também onde se come mais barato, entre as cidades européias que visitei. Dos inúmeros e agradáveis cafés e pastelarias das esquinas, ao inigualável e original pastel de Belém, quentinho, criação da confeitaria de mesmo nome que existe desde 1837, linda com seus móveis, objetos e azulejos antigos. E o que falar do bacalhau de Lisboa se lá é a terra dos melhores pratos feito com ele? Nada mais típico em Lisboa que o bacalhau. E acompanhado de um bom vinho português. Falar em vinho, tomar vinho do porto, branco ou tinto em Lisboa, tem um sabor diferente. E bom demais.

Vinho do Porto

O bairro Alto é o point noturno. Um bairro antigo, lindo, alegre e aconchegante. Com lojas bacanas e cheio de ótimos bares e restaurantes. Eu adorei, claro.  É uma muvuca a noite, com jovens pelas calçadas, lojas abertas, turistas e lisboenses fazendo a night.

Bairro Alto

Uma dica bacana: O hotel Íbis-Liberdade. Novo, bem localizado e por 55 euros a diária de casal.

 

Lisboa, bela cidade. Vale muito a pena ir.

P.s – E você pode deixar sua dica de viagem aí na caixinha de comentários do blog, ou manda para o email [email protected]

  • Oi Lene, para que quer ir à Europa saindo de Macapá e prefere enfrentar um estirão menor (em horas de viagem), uma boa dica são os vôos oferecidos pela aircaraibes no trecho Belém/Caiena/Paris. São 4 horas a menos do que, quem vai pelo RJ ou SP. Na volta, faz-se uma paradinha em Martinica (é ótimo pra quem quer conhecer a ilha caribenha). Muita gente não sabe, mas mesmo passando por Caiena, NÃO É NECESSÁRIO VISTO(é só escala ou conexão). Preço ótimo e embarque e viagem tranquilos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *