Empresa de Energia Cachoeira Caldeirão inicia instalação de sistema de sirenes

A Usina Hidrelétrica Cachoeira Caldeirão (EECC), instalada no Rio Araguari, no município de Ferreira Gomes, Estado do Amapá, iniciou a instalação de um sistema de sirenes como melhoria do seu Plano de Segurança de Barragem.

Este sistema conta com 10 sirenes, sustentadas por torres metálicas, distribuídas estrategicamente entre a UHE Cachoeira Caldeirão e a UHE Coaracy Nunes, e tem a função de alertar a população ribeirinha na eventualidade remota de um rompimento da barragem. Além das sirenes, foram identificados e demarcados Pontos de Encontro e Rotas de Fugas. Todas essas medidas preventivas estão sendo implementadas com o acompanhamento da Defesa Civil do Estado do Amapá e da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema).

 

Como funciona

 As sirenes estão preparadas para produzir um alerta sonoro com intensidade de 70 decibéis, e são capazes de operar nas condições ambientais mais adversas. Os equipamentos podem ser acionados no local ou remotamente, por meio do Centro de Operações da Usina. O sistema de comunicação funciona por sinal de rádio, com redundância por sinal de satélite, além de estar integrado com a Defesa Civil, com envio de informações em tempo real, garantindo a confiabilidade requerida para um sistema de emergência.

Sobre a UHE Cachoeira Caldeirão

 A Usina Hidrelétrica Cachoeira Caldeirão conta com três unidades geradoras de 73 MW cada, totalizando a potência instalada de 219 MW. O empreendimento tem um reservatório a fio d’água, configuração na qual todo excedente de vazão é vertido automaticamente pelos vertedouros. Com início da operação em 2016, a Usina é gerida pela Empresa de Energia Cachoeira Caldeirão, constituída pelas acionistas EDP e China Thr ee Gorges.

Aurimar Monteiro
Consultor Sênior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *