• Seria bom se a gente tivesse um asfalto de qualidade como este daí aqui em Macapá. Parece que os políticos não usam mais carro, só assim pra não ver essas crateras nas ruas da cidade (e que, convenhamos, operação tapa buraco não resolve).

  • Concordo em parte com você Marcell. Pois os políticos só tem carrões. outro dia, um amigo meu contou que um prefeito de um município próximo à Macapá, convidou uma amiga sua para passear no seu novo carrão (um honda) e, diante dos buracos, eis que ela comentou:” Ah, um prefeito nessa cidade…”. E ele simplismente riu. Só não sei se foi dos buracos ou se foi do povo deste aprazível, porém combalido município. Que Santa Ana nos proteja.

  • Desde que eu me entendo por gente, Macapá nunca teve um asfalto igual aos de outras cidades brasileiras. Os politicos já estao acostumados a colocar porcaria nas ruas. Parece até cultural porque o povo sempre aceitou e tb nunca fez nada para mudar este quadro. E vamos continuar com o asfalto porcaria pra vida toda, nao acredito mais em mudanças. Tenho 55 anos e sempre foi assim…..votemos neles novamente!!!!!!

  • Recentemente, passei 70 dias em São Paulo,na bela e organizada cidade de Taubaté, 120 KM da capital e situada nas encostas da manumental serra da Mantiqueira.Confesso que me sentí mais brasileiro e guardo agradavel lembrança.

  • Lene, aquele banco na frente da tua casa serviu de palco para eu e a Néa traçarmos estratégias para nosso movimento cultural. Em seguida, chegaram o teu filho e o da Astrid para conversarem conosco. Belo banco, ótima localização.

  • Ê deu até saudade do meu janeiro em Sampa, que também tem chuva da tarde , todas as tardes de janeiro , só que o diferenciado chove granizo! hehehe

  • oieeeee!Queridos estou em Sampa tambem!E pasmem todos!Encontrei a Alcilene com seu filhao!!!!que maravilha!!!fiquei cheia de alegria Alcilene, de te ver!bjs para vc querida!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *