E não é o lance da Federação das Indústrias do Amapá!? Eita nós.

Da Folha de São Paulo

Ministro ajudou aliado a criar sindicatos-fantasmas

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, concedeu registro a sete sindicatos patronais no Amapá para representar setores da indústria que, segundo o próprio governo local, não existem no Estado, informa reportagem de Andreza Matais e José Ernesto Credendio, publicada na Folha desta terça-feira (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

Os certificados saíram a pedido do deputado Bala Rocha (PDT-AP), dirigente do partido de Lupi, que afirma ter se valido da proximidade partidária com o ministro.

PDT vai levantar dados sobre pagamento de avião usado por Lupi
Dilma espera explicações ‘consistentes’ de Lupi sobre viagem
Lupi usou avião pago por dono de rede de ONGs, afirma revista
PDT diz não ver crime em viagem de Lupi em avião alugado por ONG

As certidões foram dadas pelo ministério em abril e agosto de 2009 e levam a assinatura de Lupi, ao lado da inscrição “certifico e dou fé”, e do então secretário de Relações do Trabalho, Luiz Antonio de Medeiros.

O ministério diz que não atendeu a interesses políticos para conceder o registro aos sete sindicatos do Amapá e que seguiu os “procedimentos previstos nos normativos legais que tratam da matéria”.

Nota do deputado Bala

Nota à Imprensa

 

Em resposta à matéria divulgada pelo jornal Folha de São Paulo, desta terça-feira, 15/11/11, página A4, o Deputado Federal Bala Rocha (PDT/AP), esclarece que:

 

– A afirmação de que o parlamentar “afirma ter se valido da proximidade partidária com o ministro” não procede, pois em entrevista à reportagem, na última sexta-feira, 11/11/11 o parlamentar disse exatamente o contrário, que não teve nenhum contato com o ministro sobre este assunto. Na ocasião, o congressista disse que o acompanhamento de solicitações desta natureza ocorre única e exclusivamente pela assessoria parlamentar, como determina o ministro.

 

– O parlamentar não tem nenhum vínculo com os sindicatos citados na reportagem, até porque o deputado não é ligado à sindicatos patronais e sim à sindicatos de trabalhadores. Para conseguir o registro, os sindicatos citados devem ter cumprido todos os requisitos solicitados. Considerando que a organização sindical é livre e o MTE abre prazos para recursos, contestações e denúncias.

 

– A interveniência feita pelo deputado se resume a solicitar programas federais, como bolsas de qualificação, que são executadas diretamente pelo Governo do Amapá ou por prefeituras, sem a interferência de organizações não governamentais.

 

– É imperioso ressaltar que o nome do deputado foi citado em razão de disputas paroquiais envolvendo a presidência da Federação das Indústrias do Amapá, na qual não tem nenhum interesse.

 

– O deputado não compactua com qualquer ilegalidade e defende a investigação sobre os sindicatos e caso confirmadas as irregularidades, que o MTE tome as providências cabíveis.

 

No twitter o deputado Bala Rocha disse que:

“O SENAI-FIAP, ligado ao deputado Vinícius, ganhou um lote p/qualificar jovens.Deixou de pagar 700 bolsas.Isso precisa ser investigado”.

 

  • Olha ai a os espertos da “harmonia” de novo aparecendo no cenário Nacional, é por isso que ainda tem muita gente com saudade desses caras de pau! Como de praxe eles sofrem de amnésia, um mal que atinge esses pobres políticos que tanto trabalham para a minoria!…Brincadeira hem.

  • Dep:Bala Rocha que já esteve envolvido na operação da Policia Federal “operação pororoca” se diz inocente, não sabe de nada não viu nada e blá…blá…blá…Dep>Telma Gurgel no programa do Luis melo disse que ele mente quando diz que o SENAI não pagou 700 bolsas…enfim eu Venilton Leal nunca votei no Bala nunca votei no Sarney no caso do bala o mesmo poderia ser calonizado tipows..’SANTO SEBASTIÃO BALA ROCHA”” E HAJA DENUNCIAS EM NIVÉL NACIONAL…pobre amapá..

  • desde quando politico fala a verdade no Brasil hem? o bala não viu nada, não sabe de nada, é inocente etc…blá..blá..bláaa meu deus ainda bem que não votei neste rapaz..o Vaticano poderia calonizar o Bala tipows( Santo Sebastião Bala)..+ uma vez o Amapá sendo envergonhado em nivél de Brasil..pobre Amapá

  • Mas uma vez o Bala envolvido em noticiários sobre corrupção. A explicação do referido parlamentar talvez não convença mais. O fato em si da participação dele no esquema deflagrado pela PF, denominado “Operação antídoto” já deveria ser suficiente para barrá-lo pela Lei Ficha-Limpa, mas o Brasil é assim, as coisas funcionam tudo ao contrário. Para quem já esqueceu, relembre o caso neste site: http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u90880.shtml

  • O governo Dilma e seus pinóquios e Alis Babas c/milhões de ladrões.O tráfico e traficantes do Rio de Janeiro são fichinhas, perto dos nobres parlamentares de Brasilia e Brasil àfora,incluso nosso Amapá,claro.Todos os dias temos noticias do genero(roubos,falcatruas,etc.)envolvendo os nobres desta terra chamada Brasil.Quanto ao deputado Vinicius,se for verdade oque o Bala diz,creio que o moço aprendeu rápido o caminho das pedras(???),p/um 1o. mandato.AFF! são os vicios.

  • Quem realmente conhece o dep. Bala sabe da sua integridade. Sabe que teve a grande oportunidade de enriquecer quando foi relator dos planos de saúde no mandato de senador e não se deixou vencer pela ganância, e olha… que não foi pouco. Quem realmente conhece o Bala sabe que não iria sujar sua integridade por uma mereca (os 150 mil da operação pororoca) e muito menos por instituições que não tem o mínimo de interesse. Tenho uma sugestão, que tal juntar-se a luta pela aprovação da PEC 213, garanto que no final, todos irão agradecer.

    Um abraço!!

    Erika Amim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *