Diretores dos hospitais públicos pedem exoneração coletiva

Alegando falta de apoio na área técnica e financeira, os diretores dos cinco maiores hospitais do Amapá pediram exoneração conjunta dos hospitais de Emergência (HE), da Criança e do Adolescente (HCA), da Mulher Mãe Luzia (HMML), das Clínicas Alberto Lima(Hcal) e do município de Santana (HES).

Segundo os diretores, além da falta de insumos, materiais, transporte, medicamentos, os gestores também não estão mais dispostos a se expor perante a mídia local e nacional, o que eles chamam de “caos”, o cenário da saúde hoje no Amapá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *