Diminuição de atendimentos em UBS’s é resultado de medidas do lockdown

A Prefeitura de Macapá registrou uma diminuição de 24,9% dos pacientes atendidos em unidades vocacionadas para Covid-19 durante a primeira semana de reabertura gradual do comércio em Macapá, em comparação com os dias do lockdown. Os números mostram que houve redução também no número de receitas atendidas e de óbitos. Os dados são resultados de medidas adotadas como o lockdown, que ajudou a diminuir a circulação de pessoas e veículos na cidade, colaborando para a quebra na disseminação da Covid-19.

 

“Nós tivemos uma diminuição de casos e estamos colhendo resultados do lockdown. O momento é de cautela e muito cuidado ainda. Perdemos muitas vidas e precisamos ter cuidado redobrado para não regredirmos. Estamos colhendo resultados do lockdown, que rendeu positivamente, sendo que depois tivemos mais quinze dias de uma fase transitória até o início desse processo gradual de retomada das atividades econômicas em Macapá”, destaca o prefeito Clécio Luís.

 

De acordo com os dados da Vigilância Epidemiológica de Macapá, nos primeiros 10 dias de lockdown, de 19 a 28 de maio, foram atendidos nas UBS’s 9.138 pessoas e registrados 52 óbitos. Além disso, foram registradas 16.468 receitas atendidas e houve a dispensação de 62.330 comprimidos de azitromicina e 66.028 de ivermectina.

 

Já na primeira semana de reabertura gradual do comércio, de 16 a 23 de junho, foram atendidos 6.869 pacientes e registrados 30 óbitos. Também foram contabilizadas 5.238 receitas atendidas, sendo 18.125 de azitromicina e 17.664 de ivermectina.

 

“Continuaremos o trabalho e reavaliaremos os dados a cada 15 dias. Pedimos mais uma vez que as pessoas continuem usando máscara e cuidem da higiene. Assim como as empresas, que devem zelar pelo cumprimento das normas que condicionam a reabertura das atividades do comércio. Com esse trabalho conjunto, seguiremos para uma diminuição das estatísticas epidemiológicas”, frisa o prefeito.

 

Secretaria de Comunicação de Macapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *