Dezembro indica chuvas acima da média, prevê meteorologia

Os amapaenses devem se preparar para um inverno bastante rigoroso. É o que indicam os modelos climatológicos do Núcleo de Hidrometeorologia e Energias Renováveis do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Amapá (NHMET/Iepa).

De acordo com o meteorologista e gerente da Sala de Situação do Amapá (SSAP/NHMET), Jefferson Vilhena, o período de chuvas no estado começou cedo e deve se prolongar até agosto ou setembro do ano que vem.

“Pelo que já pudemos observar, as chuvas em 2020 bateram recorde. Eram esperadas aproximadamente 2.500 milímetros de chuva este ano, mas choveu bem acima disso. É provável que o volume de chuvas para este período chuvoso que já estamos vivendo sejam acima do volume”, prevê o meteorologista.

O meteorologista ressalta que a média climática para dezembro indicava aproximadamente 132 milímetros de chuva, porém, pode chover 60% a 70% a mais que esse volume.

“É possível que neste mês chova de 200 a 230 milímetros, fazendo com que dezembro fique na média de novembro”, informou Jefferson.

Segundo ele, essas chuvas tendem a cair na região metropolitana (Macapá, Santana e Mazagão), além dos municípios de Oiapoque, Calçoene, Amapá, Ferreira Gomes e Pedra Branca do Amapari.

Nos municípios da região sul – Laranjal do Jari e Vitória do Jari – o volume de chuvas tende a ser bem menos proporcional do que nos municípios acima citados.

b06e7fee343b5bb5decea5f164cdfc33.jpg

Veranico

O tempo aberto, com dias de céu claro e poucas nuvens, deste início de dezembro, são descritos pela meteorologia como “veranico”. O meteorologista explica também que esses períodos normalmente ocorrem de 3 dias a uma semana, apresentando chuvas em áreas isoladas.

Novembro

As chuvas do mês de novembro foram responsáveis por bater todos os recordes já registrados pelo NHMET no Amapá. A previsão feita pelo órgão para o mês era de 150 a 200 milímetros, quando a média esperada seria de aproximadamente 60 milímetros.

Segundo o meteorologista, o acumulado mensal ficou próximo aos 400 milímetros de chuvas no mês de novembro.

“Em uma única chuva registramos 70 milímetros de chuva, isso em menos de uma hora. Um recorde para a nossa região”, pontuou o meteorologista.

 

Governo do Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *