Deputada Fátima esclarece citação na Revista VEJA

As vésperas de concluir seu quarto mandato, e preparando-se para tomar posse do quinto, a deputada federal Fátima Pelaes (PMDB-AP), já figurou na lista do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP) como uma das 100 principais cabeças do Congresso Nacional. Seu trabalho motivou o PMDB Nacional, a incluí-la na lista sêxtupla de indicados para o Ministério do Turismo.

Contudo, nessa semana, teve seu nome citado, pela revista Veja, em matéria que trata de emendas parlamentares, para eventos, conforme se esclarece:

1.   A emenda citada foi destinada ao Estado do Amapá, para atender ao Programa de Desenvolvimento do Turismo (PRODETUR), na área de pesquisa, estudo, capacitação profissional para o turismo e não “para a realização de festas”;

2.   O Ministério do Turismo firmou convênio com o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Infra-estrutura Sustentável (IBRASE), o qual possui atuação nacional, inclusive no Amapá, embasado em critérios técnicos exigidos por aquele Ministério;

3.   O credenciamento, fiscalização, acompanhamento e desembolso financeiro pelos serviços contratados, são de responsabilidade do Ministério do Turismo, a deputada federal Fátima Pelaes não possui nenhum vínculo com o Instituto em questão;

4.   Em Macapá, a sede do Instituto está localizada na Rua Leopoldo Machado, 640, no bairro Jesus de Nazaré, com a devida identificação.

Sobre a situação criada pela reportagem, a deputada Fátima Pelaes, se manifestou dizendo que: “O Amapá é a minha causa. É a ele que tenho dedicado os mais de 25 anos de minha vida pública, como parlamentar, destinando emendas, nas mais diversas áreas. Com mandato focado no desenvolvimento humano, defendo o turismo como forma de inclusão social, pois o mesmo é uma das mais importantes atividades econômicas para a geração de emprego e renda, e, para isso, se faz necessário investir em capacitação, infra-estrutura, criando, assim, as condições para que o Amapá venha se transformar em um destino turístico.

Como exemplo do compromisso, a deputada Fátima, vem destinando recursos para a infra estrutura turística, como a construção do Centro de Convenções da Fazendinha no valor de R$ 2 milhões; píer do  Santa Inês no valor de R$ 7 milhões; Parque do Meio do Mundo no valor de R$ 8 milhões; a revitalização da Orla do Oiapoque, no valor de R$ 2,8 milhões; construção e revitalização da orla de Vitória do Jarí no valor de R$ 2,5 milhões; construção do Shopping Popular, Pórtico do Município de Santana e Centro de Informações Turísticas totalizando R$ 2,2 milhões.

Aliado a esse compromisso, Fátima entende que inclusão social se faz com educação, saúde, segurança, habitação e, por isso tem garantido recursos nessas áreas, como: construção e reforma de nove postos de saúde para Santana; delegacia de Segurança Pública no Município de Pedra Branca do Amapari; Casas populares em Vitória do Jari; Posto de Atendimento do INSS, e muitos outros, só neste mandato.

Embora a parlamentar, tenha garantido em Brasília, milhões de reais para aplicação no Amapá, infelizmente, parte desse volumoso recurso, resultado de exaustivas ações no Congresso Nacional, foi perdido porque os governos estadual e municipal negligenciaram suas responsabilidades e não executaram em tempo hábil os projetos para os quais o dinheiro fora liberado, “mas graças a Deus, também uma parte considerável dessas verbas federais foram convertidas em obras que estão beneficiando centenas de pessoas”, afirmou a deputada.

Quanto a sua indicação para o Ministério do Turismo, a deputada disse que “não foi dessa vez que o Amapá ganhou visibilidade nacional, por uma amapaense na direção de um Ministério, porém, foi uma honra ser lembrada para ocupar tão importante pasta, ainda mais sendo a única mulher relacionada, e em condições de assumir cargo de alta relevância”, destacou que “no meu próximo mandato, continuarei defendendo o turismo como ferramenta eficaz na geração de emprego e renda para todos, em especial para os mais necessitados, jovens e adultos que sonham com dias fartos”, finalizou Fátima Pelaes.

Assessoria de Imprensa da Deputada Fátima Pelaes

  • OU SEJA, DEPUTADA, O AMAPÁ EM TERMOS DE TURISMO FOR DEPENDER DE SUA BOA VONTADE DE 25 ANOS DE VIDA PÚBLICA, VAI CONTINUAR NA MESMA, ONDE QUE A SENHORA VÊ TURISMO?, TEMOS BELEZAS NATURAIS INVEJAVEIS, MAS VC’S DEPUTADOS LEVAM EMENDAS PARA O bOI DE pARINTINS, E ONTEM TINHA UM SENHOR A SEU MANDO COMPRANDO NO sUP. SANTA LUCIA 20 REVISTAS “VEJA”, PORQUE ISSO SERÁ? EXPLIQUE PARA O POVO.

  • A situação deplorável em que o Estado do Amapá se encontra hoje, passa, também, diretamente pela irresponsabilidade dos nossos Ilustres Deputados Federais. Me mostrem em que o turismo se desenvolveu aqui nesses confundós do judas?. Nos polpem dessas justifuicativas esdrúxulas! Chega de bravatas! Ninguém acredita mais nessas baboseiras. Deputada, aproveite a recondução que o povo lhe outorgou e faça valer esse mandato respeitando esse mesmo povo com um trabalho verdadeiramente voltado para o bem estar dos amapaenses.
    O que a maioria dos nossos parlamentares federais fazem, é: Aprovam um projeto lá em Brasilia, em seguida correm com os governos municipais ou estaduais para reivindicarem o seu quinhão na partilha do erário. Enquanto essa prática perdurar, estaremos ferrados.

  • Lí e não entendi, melhor seria exigir dessa “revistinha” uma retratação e de quebra uma indenização, que poderia ser doada a uma instituição de caridade (daqui do Amapá).

  • Viu só o que acontece com que desafia o bigodão!! Não era prá vc fazer alarde com sua indicação para o ministério do turismo, era prá vc ficar caladinha que o bigodão já tinha planos de colocar o “homi” amigo dele lá do Maranhão, agora vc entendeu o recado do bigodão nobre parlementar…Ele é vingativo…kkk

      • O GANHO COM O CARGO DE MINISTRO, SERÁ DO AMAPÁ. V. IMAGINA COMO EMPREENDEDOR O QUANTO O AMAPÁ IRÁ ABRIR PORTAS E JANELAS DE OPORTUNIDADES? VOCE VIVE RECLAMANDO QUE NAO TEM OPORTUNIDADE, ENTAO AJUDA O AMAPA A SAIR DA MAO DA OLIGARQUIA QUE DESTROI OS SONHOS DO POVO!

  • O turismo no Amapá não funciona porque nem mesmo os empresários do meio acreditam nele. Não funciona porque as reivindicações para a melhoria das condições são incipientes, sem cobrança eles sentem-se confortáveis e acomodam-se perante as necessidades do povo.
    Enfim é uma crítica construtiva, não devemos apenas esperar dos nossos políticos, devemos exigir. O Amapá é rico em belezas naturais, tem história para contar e um povo profundamente acolhedor: componentes básicos para o desenvolvimento da indústria do turismo. Os empresários precisam continuar acreditando no turismo e cobrando nossas autoridades para que eles lutem pelo desenvolvimento desta área por aqui e quem sabe, um dia esse ‘negócio’ funcione.

  • Não existe projeto de turismo consistente para esse estado, o que existe são paraquedistas no assunto.
    Se tudo não passa de mal entendido, por que no domingo a deputada mandou comprar toda a edição da Veja? Os donos de bancas adoraram.

    • O AMAPÁ É UMA TERRA DE VOCAÇÃO E DESTINO TURISTICO, FALTA INFRA ESTRUTURA COMO:ENERGIA ELÉTRICA,SANEAMENTO,URBANIZAÇÃO,PORTO,AEROPORTO,ESTRADAS,PONTES. FALTA SAÚDE E QUALIFICAÇÃO PROFISIONAL…PARA SEU POVO USUFRUIR DE OPORTUNIDADES NA INDUSTRIA DO TURISMO.VAMOS VER SE V. DEIXA DE VOTAR EM BANDIDO PARA MAJORITÁRIO QUE ATRASA O AMAPÁ E VOTA PENSANDO EM TEUS FILHOS E TEUS NETOS.
      OS ADVERSÁRIOS DE PLANTÃO AGEM NA CALADA DA NOITE PARA TENTAR CONFUNDIR A OPINIÃO PÚBLICA, ELES COMPRARAM REVISTAS E MANDARAM DESTRIBUIR NOS BARROS PERIFÉRICOS, MINHA TIA RECEBEU UMA. QUE VERGONHA, V. DEVE SER UMA DAS PESSOAS BENEFICIADAS PELO ATO SECRETO DO HOMEM DO BIGODE

  • por isso o amapá nao cresce e evolui .
    quando uma pessoa nossa é colocada a possivel ministra a gente mete o pau .
    Nao existia nem secretaria de turismo a 8 anos atras. O nosso é estado é Novo . tem poucos anos de existencia perto dos demais . A culpa do caos é dos gestores do dinheiro e nao de quem manda pra ca .
    Eu acho é graça do bando de fraco que escreve babozera. Ta na cara que isso na veja foi pra derrubar o nome da mulher . E foi o bigodudo do maranhao . E as bancas de revistas foram alvo dos caras que odeiao seu proprio estado e roubao e sugao todo nosso dinheiro . Nao dela que nunca chegou a ser gestora . Até porque eu mesmo pergutei para um cara que destribuia o jornal gratuito no centro que diz AQUI se FAZ aqui se PAGA . dos alcolumbre . (suplente do Sarney) Ele falou : Estamos distribuindo isso pra quem a gente pode ja compramos um monte e mandamos pros interiores pra ver se se toca que quem manda somos nos.

    Seja que for por esse estado a crescer vai ter um monte contra . Porque os poderosos nao querem sair do poder e parar de mamar .

    Uma Ministra ou Ministro do Amapá vcs nao querem Nem divulgar. Mas ir pegar
    no aeroporto BAndido e ladrao que rouba o nosso dinheiro vcs acham LINDOOOOO ! mais de 1000 pessoas pra pegar . LINDOOOO Divulgar disgraça acham LINDOO. . Assim vcs vao muito pra frente macapaenses .

    Sarney Sarney .. escolheu a terra certa pra reinar .

    • A SUA INDIGNAÇÃO AMIGO É DE MILHARES QUE NÃO CONCORDAM COM AS ATITUDES DITATORIAL DE UM HOMEM QUE CHEGOU AQUI, DIZENDO QUE AJUDARIA O AMAPÁ, ATÉ QUANDO AS FAMILIAS AMAPAENSES VÃO CONVIVER COM GOLPES.

    • ei parceiro calma lá…eu não fui pra aeroporto nenhum…agora com certeza seu salário deve estar em dia pra comungar com a F.Pelaes..

  • agora quem paga o pato é a revista Veja, comprei duas, se já não bastasse a operação maões limpas agora vem a Fatima Pelaes envergonhar o Amapá no Jornal Nacional, no SBT e na Record nacional, avé maria do céu quando vamos aprender a votar em? se já não bastasse a Fatima Pelaes entregar seu mandato pro paraquedista de Belém Alessandro Sabino quando ela saiu canditada a prefeita e o cara lá em Brasilia gastou toda a verba de combústivél e também foi motivo de denuncias na midia Nacional.O Amapá vive seus piores dias de vergonha na Midia Nacional e perante a nação brasileira por causa desses projetos sem futuro pra festas do Gabinete da Deputada Fatima Pelaes, esta dor na consiencia eu não levo mano não votei nela…abs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.