Delegado indicia deputados, servidores de cargos de confiança e empresários

O delegado Leandro Vieira Leite indiciou, ontem, o presidente da Assembleia Legislativa, Moisés Souza e mais 16 pessoas, entre servidores da Assembleia Legislativa e empresários, pelos crimes de formação de quadrilha, fraude em licitação, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O deputado Edinho Duarte, que é primeiro secretário da Assembléia Legislativa e assina cheque junto com o presidente, conseguiu habeas corpus para não ser indiciado até o julgamento do mérito.

O indiciamento ‘resultado do inquérito 023/2012, instaurado a partir de Ação Civil Pública que apura fraude no contrato da Assembleia Legislativa com a cooperativa COOTRAM, de aluguel de veículos.

A autoridade policial concluiu que houve fraude, que o contrato com essa cooperativa foi feito sem licitação e que mais de 5 milhões foram sacados na boca do caixa. E pior, as investigações mostram que os serviços nunca foram prestados. Os carros eram locados, mas não eram. Entenderam? Era lavagem de dinheiro apenas.

O esquema funcionava assim: A AL contratou por emergência a Cootram, que apenas recebia os valores da AL e repassava em espécie para funcionários. A assinatura do tesoureiro da cooperativa era falsificada. Em seu depoimento, o presidente da COOTRAM diz que aceitou fazer parte do esquema por que estava com problemas sérios de saúde na família e ficava com uma porcentagem do recurso que passava pela conta da cooperativa.

As imagens mostradas ontem pela TV Amapá foram fortes. Sacos de dinheiro públicos retirados em espécie na boca do caixa de instituição bancária.

Alguns dos indiciados já assinaram delação premiada.

Mais de 5 milhoes sacados na boca do caixa

 

  • Isso e uma gota no oceano, pense numa galera que tem que inventar maracutaia para gastar 156 milhoes por ano, imaginem no tempo do ananajas que todos comiam quietos sem brigas. vixe nao quero nem pensar !!

  • Karaka !!!
    Ja foram indiciados tarde, agora é ver se tudo isso, não fica só no blá blá, e acaba em pizza e eles rindo da cara do povo como já aconteceu das outras vezes.

  • Esses infratores estão/estarão assessorados pelos melhores advogados que o dinheiro desviado pode comprar. Então, a autoridade policial não pode se dar ao luxo de praticar atos equivocados dentro do Inquérito Policial, haja vista a decisão do STF na Pet 3825 QO. O alvoroço pelo sensacionalismo político está ruindo com a cautela e inteligência de certos delegados. Certamente existem crimes, e isto a população está ciente, mas tudo deve ser feito de acordo com a lei, para que venha desabar tudo por conta de nulidades.

  • PARA QUEM NÃO NÃO SABE ANTONIO NUNES QUE APARECE NA LISTA É O DEPUTADO ZEZÉ NUNES, IRMÃO DO VEREADOR GRILO QUE É CANDIDATO A VEREADOR PELO MUNICÍPIO DE MACAPÁ. VAMOS DAR A RESPOSTA NA URNA COMEÇANDO POR NÃO ELEGER O VEREADOR GRILO.

    • TÁ NO ESTADÃO; ZEZE NUNES IRMÃO DE GRILO:
      Em um dia, um parlamentar recebeu o valor de um imóvel ou de um carro de luxo. Referente a um deslocamento no dia 23 de novembro, o deputado Antônio José Nunes dos Santos foi agraciado com R$ 84,3 mil em diárias, segundo o extrato da conta bancária a que o Estado teve acesso.

  • Cara Alcilene:
    Se voce tiver em arquivo, poste as fotos/filmagens exibidas pelo JN. É que com essa montanha de documentos apreendidos para exame, e a roubalheira transbordando pelos ralos – opis, não posso falar que é “DI-FA-MA-ÇÃO”, na acepção de alguns do TJAP e Assembleia Legislativa – não sobre tempo para ver TV. Rádio então, nem pensar.

  • Mesmo com melhores advogados as provas são bastantes vultosas. Não esqueça do mensalão. Demorou mas vai chegar a uma decisão. ESPERO.

  • AGORA O AMAPÁ TEM JEITO. DRA. SUELI NO TJ E DRA. IVANA CEI NO MP. PODE ACREDITAR O AMAPÁ VAI TOMAR NOVO RUMO. TÁ NA HORA DO AMAPÁ TER UMA MULHER NO PODER. TÁ AI DOIS NOMES FORTE. TEM AMBAS ÉTICA, CARÁTER E PRINCIPALMENTE FORÇA PARA MUDAR DE VEZ O AMAPÁ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *