Davi solicita ao ministério da Defesa área para construção do novo Hospital de Emergência de Macapá

O presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (Democratas-AP), esteve na tarde dessa quarta-feira (10), reunido com o general Fernando Azevedo, no ministério da Defesa, em Brasília, para solicitar à Pasta a cessão da área militar – localizada na parte de trás do atual prédio principal do Hospital de Emergência.

A escolha da área, segundo Davi, se dá em razão da localização central estratégica, que atende à população dos outros municípios e, ao mesmo tempo, supre as demandas emergenciais da capital; já que há mais de 60 anos Macapá conta com um único e precário pronto socorro.

O ministro sinalizou positivo ao pedido do presidente do Senado. O general Alípio Branco Valença, diretor de Patrimônio Imobiliário e Meio Ambiente do Exército Brasileiro, que também participou da reunião, garantiu as tratativas para que a União ceda o patrimônio ao governo do Amapá, realizando, inclusive, a realocação de famílias que moram na região.

O prefeito de Salvador, ACM Neto, que em 2018 inaugurou um novo hospital municipal na capital baiana, integrado à rede de urgência e emergência, garantiu a Davi o projeto técnico utilizado na construção, que se enquadra aos moldes propostos para a nova unidade de pronto-atendimento de Macapá. A previsão é de que as obras iniciem neste segundo semestre.

“Apelei ao ministro pela doação da área, expliquei da importância do novo Pronto Socorro e recebi um sinal positivo. Para minha satisfação, ainda fomos agraciados com um gesto nobre do prefeito ACM Neto, que se juntou a nossa causa, e cedeu todo o projeto técnico de uma unidade hospitalar, construída recentemente em Salvador, para reaproveitarmos nessa obra em Macapá. Ou seja: conseguimos a área e o projeto. Este era um dos nossos maiores desafios. Agora vamos trabalhar pelas famílias que vivem na região para que ninguém saia prejudicado. Essa, sem dúvida será nossa prioridade. ”, destacou Alcolumbre.

Assessoria de Imprensa
Davi Alcolumbre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *