Dados apontam aumento de casos de COVID entre os jovens no Amapá

Segundo o Governo do Estado, nos últimos 3 meses, o número de jovens com Covid-19 nas UTIs do Amapá aumentou consideravelmente.

Em dezembro de 2020, as pessoas com a faixa etária de 0 a 29 anos eram apenas 14,8% dos casos. No entanto, essa proporção agora está em 31,07%. Os dados mostram que é uma taxa de ocupação maior do que a dos idosos (26,2% para pessoas 60 anos ou mais).

Segundo dados do Sistema de Informação de Vigilância da Gripe (SIVEP-Gripe) , isso acontece por vários motivos, mas um deles consequência direta das novas cepas do vírus que são mais agressivas entre os jovens.

Mesmo apresentando menos risco de desenvolverem doenças graves do que os idosos, os jovens têm sido acometidos pelas variações das novas cepas do vírus e os casos, que antes eram poucos, se acumulam em volume e complicações.

A alta de casos em jovens e adultos até 59 anos pode estar relacionada também ao desrespeito às medidas de proteção, como aglomerações.

Já amapaenses na faixa etária de 30 a 59 anos lideram o levantamento como os que mais ocuparam leitos hospitalares nos três primeiros meses desse ano.

Seguindo com números em queda, os idosos têm aparecido cada vez menos nas estatísticas de internação pela covid-19, assim como no percentual de óbitos. Essa queda pode estar associada ao início das vacinações de profissionais da linha de frente e de idosos.

Na última segunda-feira, 22, o governador do Estado do Amapá, Waldez Góes, anunciou a compra de 450 mil doses Sputnik V. Com a aquisição, será possível imunizar 44% da população.

A recomendação é que as medidas de lockdown sejam cumpridas, principalmente entre os mais jovens. Os procedimentos de higienização e utilização da máscara devem ser constantes. Viseiras também são recomendadas para as pessoas que utilizam transporte público ou necessitem sair de casa.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *