Cultivo de Plantas e Home Office

Alcione Cavalcante – Engenheiro Florestal – CAOP Ambiental

 

O cultivo de plantas ajuda a passar o tempo e se constitui em interessante terapia para o corpo e mente, além de ajudar na purificação do ar em ambientes de trabalho, laser e residências. De outro lado, as plantas deixam o ambiente mais leve e aconchegante, condição interessante nestes temos de home office.

Se você gosta de plantas, mas não tem muito tempo, espaço e experiência no trato, sugerimos iniciar com plantas que possam ser cultivadas em vasos com certo grau de facilidade e sem elevados custos de manutenção e que possam ser dispostas nas áreas internas e varandas das casas e escritórios.

Assim sugerimos, incialmente, que o cultivo dê preferência a plantas de meia sombra (que requerem períodos de exposição solar que pode ser o período da manhã ou o fim da tarde) e plantas de sombra total (que requerem apenas luz indireta pra se desenvolver.

Desta forma, para aproveitar os benefícios das plantas que gostam de sombra, sugerimos com base em nossa experiência pessoal, inicialmente seis espécies ornamentais e informações básicas sobre tais plantas e seu cultivo.

Antúrio

O nome Antúrio deriva do grego anthos, flor. É um vegetal

nativo da América do Sul.

A escolha faz todo sentido já que esta planta floresce até nos locais menos iluminados do jardim, onde muitas não conseguiriam.

O antúrio é muito utilizado em vasos e jardins como plantas de sombra. Embora não seja recomendado contato direto com o sol, é importante deixá-la meia sombra, em ambientes indiretamente iluminados. Além disso, exige regas frequentes, mas não encharque os locais de plantio.

Importante destacar, que flor do antúrio na verdade é sua inflorescência, onde se destacam a bráctea coloria (folha modificada) e a espádice que é a parte amarela onde brotam as minúsculas flores.

Aconselha-se sua colocação em locais fora do alcance de crianças e animais pois é toxica, sendo que sua ingestão pode causar lesões na boca, faringe e laringe.

Areca

Espécie bastante conhecida no Amapá. É um tipo de palmeira ornamental que está entre as plantas que se adaptam muito bem a meia sombra, tanto em vasos quanto em jardins interiores.

Apresenta em touceiras com vários estipes com folhas verdes, grandes e encurvadas típicas das palmeiras tropicais.

 

Estudos indicam que a areca apresenta propriedades relacionadas à purificação do ar, ajudando a remover gases tóxicos do ambiente.

Assim, além da beleza de suas formas e cores ainda promove pureza e saúde para casas e escritórios

Não há restrições ao seu cultivo a pleno sol, entretanto, à meia sombra se apresenta sempre mais exuberante.

Recomenda-se distância de aparelhos de condicionamento de ar.

Espada de São Jorge

A Espada de São Jorge é outra planta que gosta de sombra e exige pouca manutenção no dia a dia.

Originária da África, seu nome deriva do formato de suas folhas espessas e carnudas, que se assemelham a espadas.

É bastante resistente, que pode ser plantada em vasos ou diretamente no solo.

Foto 04. Espada de São Jorge em Balde de Pedreiro. Alcione 2020

A Espada de São Jorge tem como característica por meio de novos rebentos, alastrando-se pelo espaço disponível. Preferencialmente deve ficar à sombra, mas tolera ambientes ensolarados.

A crendice popular a associa a aptidão de proteger e purificar ambientes, a capacidade de afastar “mau olhado” e atrair sorte, prosperidade e riqueza aos cultivadores.

A exemplo do antúrio, também é uma planta tóxica motivo pelo qual deve ficar fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Lírio da Paz

O Lírio da Paz (Spathiphyllum wallisi) é originário da América Central. Também conhecido como Bandeira-Branca, Espatifilo, entre outros. Em espanhol, é chamado de Cuna de Moisés (Berço de Moisés). Seu nome científico é baseado no nome de Gustav Wallis (colecionador de plantas alemão, que introduziu mais de 1.000 espécies de plantas na Europa, muitas das quais receberam seu nome). Wallis além de estudioso era aguerrido aventureiro. Subiu o Amazonas da foz às nascentes no final dos anos da década de 1860. Muito provavelmente passou pela Vila de São Jose de Macapá.

Bastante conhecida no Brasil inteiro. É uma das mais cultivadas, entre as plantas de sombra com flores, por conta de sua beleza, adaptação a ambientes internos e por sua facilidade de cultivo.

Por estas características podem ornamentar todos os cômodos residenciais salas, quartos, banheiros, varandas e escritórios.

É considerada por muitos como uma planta mística que teria o poder de expulsar energias negativas de ambientes e pessoas.

A umidade da planta deve ser moderada, portanto, evite o prato com água sob o vaso.

Samambaia

A samambaia é uma das plantas mais conhecidas e cultivada para fins de decoração em casa e escritórios no Brasil.

 

Apresenta folhas volumosas, longas e pendentes, o que lhe confere caraterísticas próprias e diferenciadas.

Foi bastante usada em jardins em décadas anteriores. No momento encontra-se em momento de retomada, novamente virando “moda” pelos projetos de muitos paisagistas de interiores.

A regra de cultivo é coloca-la afastada do chão. Geralmente são colocá-las no alto, em vasos suspensos, ou quando em planos mais baixo sobre suportes específicos para vasos ou outros recipientes. Recomenda-se evitar locai sujeitos a muito vento, que podem ter efeitos de queima sobra as folhas mais jovens.

Zamioculca

Essa planta tem como principais características o verde escuro, o brilho e a resistência de sua folhagem, que permite seu cultivo mesmo ambientes com ar condicionado. A diferença de tonalidade entre nuances de verdes das folhas maduras e novas confere muita beleza para o ambiente.

Por ser uma espécie altamente tolerante a sombra, pode ser assentada nos locais mais escuros da imóvel tipo corredores e home office por exemplo.

Tem se mostrado como ótima opção para shopping e outros ambientes fechados por sua tolerância a baixa luminosidade.

A sabedoria popular sugere sua instalação à entrada dos espaços ou cômodos de forma a atrair fortuna, sorte, prosperidade e proteção para o local.

Lembrando apenas que é uma planta tóxica se ingerida, portanto requer cuidados relacionados a crianças e animais domésticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *