Covid-19: vereador Claudiomar Rosa faz denúncia sobre usos indevidos das vacinas, em Macapá

O vereador de Macapá, Claudiomar Rosa  (Avante) fez representação junto ao Ministério Público Estadual, nesta segunda-feira, 29, sobre denúncias de irregularidades e inconsistências no processo de vacinação contra a COVID-19, sob responsabilidade da Prefeitura Municipal de Macapá.
De acordo com a denúncia apresentada ao MP-AP, há indícios de que os planos Nacional e Estadual de imunização não estão sendo cumpridos e nem às recomendações do Ministério da Saúde e Organização Mundial de saúde, levando em consideração a ordem de priorização na vacinação, conforme os grupos prioritários estabelecidos pelos órgãos competentes.
Postagens feitas através das redes sociais, mostraram que várias clínicas particulares foram beneficiadas com doses de vacinas para profissionais que não atendem diretamente casos suspeitos ou confirmados para o COVID-19, inclusive servidores da área administrativa desses estabelecimentos privados. Ao mesmo tempo, por outro lado, a vacinação de idosos acima de 60 anos foi paralisada, sem qualquer aviso prévio, já que a PMM já havia divulgado o calendário para vacinação deste grupo de idosos.
“Somos a favor que todos tenham acesso a vacina, mas ainda não temos vacina para todos, por isso, o plano municipal e as prioridades devem ser respeitadas. É inadmissível que no mesmo dia em que a PMM suspende a vacinação para idosos, pessoas estavam sendo vacinados em clínicas particulares. Precisamos apurar e responsabilizar que tiver que ser responsabilizado!”, disse Claudiomar Rosa.
ASSCOM/VEREADOR CLAUDIOMAR ROSA
96 99141 8420

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *