Covid-19: equipe da Organização Pan-Americana da Saúde conhece protocolo de atendimento das unidades Covid da Prefeitura de Macapá

 

 

Uma equipe da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) esteve em Macapá, acompanhada de coordenadores da Secretaria Municipal de Saúde e outros profissionais da área, visitando a Unidade de Saúde Covid Santa Inês, no último fim de semana. A intenção foi trocar experiência e verificar o trabalho que está sendo feito nas unidades de atendimento de casos do novo Coronavírus, desde a recepção do paciente, solicitação e realização de exames, ao protocolo que está sendo adotado aos pacientes.

“O nosso objetivo é ajudar estado e município a conseguirem enfrentar essa doença, caso haja novamente um grande aumento nos casos. A proposta é saber o que esses profissionais aprenderam com essa primeira onda e verificar os procedimentos que dá para manter e o que é possível aperfeiçoar, para se conseguir diminuir a letalidade da Covid-19 no Amapá”, explicou a infectologista e coordenadora de UTI de Infectologia do HC de São Paulo, Ho Yeh Li.

 

Durante a visita, as médicas Ho Yeh Li e Maria Beatriz conversaram com os profissionais da unidade, contaram experiências vivenciadas no atendimento a pessoas acometidas pela doença e orientaram quanto às medidas que podem ser adotadas no atendimento a esses pacientes.

 

Para a coordenadora de Média Complexidade da Secretaria Municipal de Saúde, Mônica Cristina Castro, a visita técnica proporcionou momentos de reflexão e trocas de saberes entre os profissionais médicos e enfermeiros que atuam no combate à Covid-19 no município. “As experiências exitosas advindas de outros estados do Brasil, assim como em outros países, foram de fundamental importância para novos alinhamentos e ajustes necessários para as equipes, principalmente no que se refere à regulação médica e de leitos entre as Unidades Básica de Saúde e as de referência para internação hospitalar”, destacou. 

 

Durante o domingo, as médicas reuniram-se com profissionais da saúde para revisar os protocolos clínicos e de regulação assistencial.

 

Secretaria de Comunicação de Macapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *