Covid-19: cemitérios não serão abertos para visitação no Dia das Mães

 

O Dia das Mães, comemorado no segundo domingo de maio, é de homenagens e celebrações, mas também de saudades. Todos os anos, são esperadas cerca de 100 mil pessoas nos cemitérios da capital amapaense. Porém, este ano, com a pandemia da Covid-19, a Prefeitura de Macapá determinou que os cemitérios não sejam abertos para visitação.

A determinação obedece ao Decreto Estadual nº 1.414, de 19 de março de 2020, que estabelece medidas de restrição de aglomeração de pessoas, com a finalidade de conter a proliferação e reduzir os riscos de contágio do novo Coronavírus, e ao Decreto Municipal 1.833/2020, que fixa horários e regras de funcionamento para diversos setores.

 

De acordo com a Secretaria Municipal de Zeladoria Urbana, mesmo sem visitação, os cemitérios estão sendo limpos. São executados serviços de capinação, varrição, roça, coleta e pintura de meio-fio, tanto na parte interna quanto nas calçadas e ruas nos arredores dos cemitérios.

 

Posteriormente, uma equipe cuida da limpeza durante o dia de domingo, nos três turnos. “Achamos por bem mantermos os cemitérios fechados em virtude do grande público que costuma visitar os locais nesse dia. Dessa forma, evitamos aglomerações de pessoas”, explica o secretário Carlos Alberto Oliveira, que solicita a compreensão e colaboração da comunidade. “É uma medida de segurança para a proteção de todos”, frisa.

 

O Dia das Mães é a segunda data com maior número de visitantes nos cemitérios de Macapá, perdendo apenas para o Dia de Finados. Os cemitérios estão sendo abertos apenas para enterros e com prévio agendamento, conforme a Portaria 21/2020, que torna obrigatória a informação antecipada de causa mortis em caso de Covid-19 ou suspeita.

 

“É uma data que movimenta os cemitérios para homenagens, mas as portas fechadas neste dia é uma medida de prevenção. Pedimos às pessoas que façam suas homenagens em casa, acendam suas velas no quintal ou em frente de suas residências. Reserve um canto para fazer suas orações, o que vale mesmo são as intenções”, orienta o secretário Carlos Alberto.

 

Comércio informal

 

Apesar de não abrir os portões para homenagens no Dia das Mães, os cemitérios terão vigilância durante todo o dia para evitar o comércio informal, como vendas de velas, flores e alimentos. A Secretaria Municipal de Zeladoria Urbana fiscalizará com o objetivo de evitar a aglomeração de pessoas.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *