Covid-19: casos, internações e óbitos continuam aumentando no Amapá mesmo com medidas mais rígidas, mostra Coesp

Para reduzir índices, Governo do Estado avalia intensificar as ações de proteção à vida em novo decreto.

O Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (Coesp) apresentou neste domingo, 14, informações que mostram o aumento de contaminação, internações e óbitos por covid-19 no Amapá, mesmo após o Estado intensificar as medidas de proteção à vida.

O governador, Waldez Góes, conduziu a reunião extraordinária que também contou com a participação de representantes da Segurança Pública. A equipe avaliou a adoção de medidas ainda mais rígidas para diminuir os índices.

Diante da ameaça de colapso no sistema de saúde, o Estado tem reforçado a assistência com entregas de insumos e medicamentos, abertura de leitos e oferta de equipamentos especializados, além de firmar parceria com os municípios para garantir melhor atendimento na rede primária.

Entretanto, apesar do esforço, os níveis de isolamento social alcançados ainda não são os desejados e o número de casos continua em alta com consequente impacto no sistema de saúde, tanto público quanto privado.

Na segunda-feira, 15, o governador vai reunir com representantes da sociedade civil e os prefeitos dos 16 municípios para a decisão das medidas que serão incluídas nos novos decretos estadual e municipais.

Waldez Góes adiantou que poderá restringir ainda mais o funcionamento de atividades para proteger os amapaenses.

“Vamos dialogar com setores da sociedade e, após reunião por videoconferência com os 16 prefeitos, divulgaremos novas medidas de proteção à vida. É fundamental que todos continuem tomando o máximo de cuidado possível, como o uso de máscara, álcool em gel e distanciamento social”, disse.

Reforço na assistência em saúde

O Governo do Estado recebeu no sábado, 13, uma usina geradora de oxigênio destinada a Laranjal do Jari, que atende também moradores de Vitória do Jari e municípios que fazem divisa com o Pará. Outra estrutura do tipo será instalada em Oiapoque, no norte do estado.

A usina permite o funcionamento de ventiladores pulmonares e outros equipamentos que são fundamentais aos pacientes como quadro mais grave de covid-19.

As usinas foram doadas pelo Ministério da Saúde após pedido feito pelo governador, Waldez Góes, com articulação do senador Davi Alcolumbre.

Em relação aos leitos voltados para pacientes acometidos pelo novo coronavírus, o Governo do Estado tem ampliado a rede hospitalar conforme o aumento gradativo de internações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *