Covardia da Harmonia

Por Ruy Smith – Deputado Estadual

Tem crescido o burburinho que Roberto Góes poderá ser o candidato ao governo nas eleições que se aproximam. Fontes diversas, única tese! A regra é disseminar entre os apoiadores do atual governo, que a única saída viável para manter o poder sob domínio do grupo da Harmonia seria a permanência de Waldez no cargo, apoiando RG. Esperam, os articuladores da estratégia covarde, mobilizar as opiniões dos cardeais do PDT e associados, e daí alcançar mais rapidamente as bases partidárias, e levá-las ao nível da comoção. A tese precisa transformar-se em apelo popular para que o governador seja convencido. E o tempo urge!

Ao escolherem o nome de Roberto, os covardes apenas buscam tornar mais atraente a isca aos olhos de Waldez, e de Roberto também. A justificativa do nome é que o atual prefeito possui aceitação popular e teria, pela ótica dos mentores do plano covarde, plenas condições de ganhar as eleições para o governo, se apoiado fosse pela máquina, e desde que Waldez fosse o piloto. Nessa estratégia, WG seria o grande comandante, a liderança identificada com a vontade das bases, ou seja, aquele a ser sacrificado.

A mão que afaga é a mesma que bate! O que esse grupo de articulação não diz, mas deixa exalar – a covardia tem um cheiro insuportável –, é que longe de estarem preocupados com o futuro do governador, ou do PDT, ou do projeto político, estão pensando em salvar a própria pele. Sabem que a saída de Waldez e a assunção de Pedro Paulo os colocará em situação difícil, na medida em que perderão os privilégios alcançados ao longo desses sete últimos anos. Para a manutenção das tolerâncias gozadas, portanto, estão dispostos a tudo, até a imolar em praça pública aquele que as propiciou.  Waldez foi o início e o meio, mas não o fim, raciocinam.

Waldez deve estar extremamente decepcionado. Depois de tantos anos, esperava ter ao seu redor um rebanho. Tem uma alcatéia.

  • Pingback: Tweets that mention Covardia da Harmonia « Repiquete no Meio do Mundo -- Topsy.com

  • Não sei até quando vamos aguentar essa harmonia. Provavelmente algum celerado dela deve ser eleito. Ou muito provavelmente muitos deles. Podemos estar próximos de um momento de ruptura contra tudo o que está aí. Para começar seria necessário fechar todas as rádios e jornais (arremedos de Diário Oficial)da Rede Jabá de Descomunicação, um câncer a ser extirpado da face da terra. Infelizmente, isso não é possível. A estratégia desesperada do clã Góes beira o desarrazoado. Mas dificilmente as ratazanas abandonarão o navio prestes a fazer água. Ainda terão muitos trunfos até que a coisa desembeste. E muita grana. Coitada da população já tão desassistida. Essa mesma população que se deixa enganar pela propaganda em tons fortes de azul. Com ou sem alcatéia, harmonia de novo, jamais!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *