Como era esperado

Deputados estaduais do Amapá negaram autorização para que o STJ investigue o governador Waldez Góes.

O governo tem em sua base 20 dos 24 deputados.

Votaram a favor de liberar o governador, os deputados Paulo Lemos, do PSOL, Max da AABB e Cristina Almeida do PSB.

A deputada Marília Góes, esposa do governador, se absteve de votar. Estavam ausentes na votação as deputadas Luciana Gurgel (PR) e Rosely Matos (DEM).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *