Coluna Café com Notícia

Por Márcia Corrêa e Ana Girlene

Assembleia de médicos

 

Está marcada para a próxima quarta-feira (19), uma assembleia geral convocada pelo Sindicato dos Médicos do Amapá para discutir com a categoria o antigo problema das escalas de plantão. Alguns médicos queixam-se que não receberam pelo serviço prestado e contestam a nova determinação da Secretaria de Saúde do Estado – SESA, que instituiu a obrigatoriedade de assinatura do ponto para os profissionais.

 

Assembleia de médicos II

 

Além dos plantões, a assembleia dos médicos vai fazer um balanço do compromisso assumido pelo GEA com a classe que, entre outras coisas, prevê a formação de uma mesa permanente de negociação para discutir os problemas da saúde, a formalização da relação de trabalho e adoção do piso salarial, determinado pela Federação Nacional dos Médicos, no valor de R$ 9.800,00 por cada vinte horas trabalhadas. Aqui, segundo o médico Fernando Nascimento, eles recebem R$ 3.300 pela mesma escala.

 

Inclusão

 

Para fortalecer o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, comemorado em 21 de setembro, a Divisão de Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação lançará no próximo dia 17 o projeto “Inclusão: conhecendo e vivendo um mundo mais que especial”. Uma vasta programação percorrerá 44 escolas do município que têm alunos da educação especial, onde serão realizadas oficinas, palestras, atividades culturais, produção e exibição de vídeos feitos pelos próprios alunos. No dia 21, a programação encerra com ação social na Toca da Onça.

 

Vem aí a 1ª FLAP

 

Anunciada pelo GEA a realização da 1ª Feira do Livro do Amapá – FLAP, prevista para o período de 3 a 6 de novembro. Acontecerá em três lugares simultaneamente: Escola de Administração Pública (EAP), Biblioteca Elcy Lacerda e Teatro das Bacabeiras, com um corredor literário interligando os locais. O secretário estadual de cultura, Zé Miguel, adiantou que a patrona da FLAP será a escritora quilombola Esmeraldina dos Santos, que publicou em 2002 o livro “Histórias do Meu Povo”¸ onde apresenta o significado da palavra “Curiaú”.

 

Baixa ou baixíssima escolaridade

Esse é o perfil de 56,76% dos eleitores amapaenses que irão às urnas no dia sete de outubro. São 32,79% com ensino fundamental incompleto e 23,88% que não concluíram o ensino médio. De acordo com Adrimauro Gemaque, analista do IBGE, ainda há um número considerável (10,57%) de eleitores que declaram saber apenas ler e escrever. Por faixa etária, o Amapá acompanha a média nacional, onde a maior parte do eleitorado está concentrada em dois grupos: de 25 e 34 anos (28,18%) e 35 a 44 anos com 20,71%.


Puxão de orelha

Juiz Rommel Araújo.

O juiz da propaganda eleitoral Rommel Araújo reuniu esta semana os candidatos a prefeito de Macapá, acompanhados de seus advogados, para dar um puxão de orelha com relação à baixarias nos programas eleitorais do horário gratuito. “Propostas senhores, propostas!”, clamou o magistrado. Rommel disse que convidou sua filha de 16 anos para assistir aos programas e obteve como resposta uma crítica ao conteúdo do que foi exibido. Pessoalmente só compareceram os candidatos Davi Alcolumbre e Clécio Luís, os demais mandaram representantes.

Café pingado

Condenação

A Justiça Federal no Amapá decidiu pela condenação do ex-secretário de obras de Macapá, João Trajano, e membros da Comissão Permanente de Licitação da Prefeitura de Macapá durante a gestão do ex-prefeito João Henrique Pimentel, por improbidade administrativa. A sentença é favorável à denúncia do Ministério Público Federal, que acusa Trajano e os demais de irregularidades no processo licitatório para a execução do projeto de construção do Conjunto Mucajá.

Causa social

O Clube de Boxe Nelson dos Anjos, fundado pelo ex-treinador Juscelino Popó de Freitas e pelo atual tricampeão juvenil brasileiro Juscelino Pantoja, vai receber apoio da Justiça Eleitoral. Juízes das zonas eleitorais decidiram converter penalidades de crimes eleitorais em cestas básicas para serem doadas aos atletas. Outras entidades filantrópicas cadastradas no TER já são beneficiadas com as sentenças. O clube trabalha voluntariamente em área de ressaca no bairro Congós, treinando crianças e adolescentes de famílias pobres.

Debate

O segundo debate entre os candidatos a prefeito de Macapá, primeiro a ser transmitido ao vivo pela TV, será na próxima quarta-feira (19), no auditório do Centro de Ensino Superior do Amapá – CEAP, às 19 horas. O debate será transmitido pela TV Nazaré, canal 50, e TV Tucuju, canal 24. Na quinta-feira (20) será a vez dos acadêmicos da Universidade do Estado do Amapá – UEAP ouvirem as propostas dos candidatos. O debate está marcado para as 19 horas, no auditório da instituição.

 

  • É isso ai Sr. Rommel,nós eleitores queremos ouvir propostas,e diga-se,propostas sérias,pq tem candidato ai que tá de brincadeira.Se bem que a qualidade dos candidatos,maioria sem qualificação,total despreparados p/assumir cadeiras na câmara de vereadores e até na PMM.Talves por conta dq 60% dos eleitores mal sabe rabiscar o nome.Propostas bizarras tipo “as mães irão poder escolher oque seus filhos querem comer nas escolas”,”cardápio antecipado”,”construção de 5.000 moradias” e por ai vai,maior enganação.Lamentável,difícil escolher,mas……vou apostar no “novo”,Clécio me parece o mais coerente em suas propostas.

  • Égua, mana, quem não sabe ficar sem se meter na vida privada dos outros não foi pegar puxão de orelha. Nessa hora, devia estar sonhando com saci pererê, não é mano? É uma droga! Ainda bem que dizem que nem todos que provam se viciam.

  • O juiz eleitoral, se baseou no Art.73 da Lei Popular, que trata da Conduta Vedada. O menor indício de aproximação da máquina pública ao candidato, ´pderá resultar na perda do registro da candidata do PSB, caso seja eleita. O fato de haver acionado a Policia Federal, é porque, a Justiça Eleitoral, é federal. Os Artº 41-A e 73 da Lei 9504/97, são “draconianos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *