Coluna Café com Notícia

* Por Ana Girlene

Fria

Se a disputa ao Governo do Estado ainda não esquentou, a do Senado parece que nem começou. São dez candidatos, com destaque para cinco: Raquel Capiberibe (PMN), Gilvan Borges (PMDB), Davi Alcolumbre (DEM), Dora Nascimento (PT) e Promotor Moisés (PEN). Com alguma exceção, pouco se sabe sobre agenda, atividades e o pior, sobre suas ideias e projetos para o Estado.

Debate

Ouvinte super antenado do Café sugere que façamos um debate com os candidatos ao Governo do Estado tendo como ponto de partida o seguinte questionamento: que estratégias os futuros gestores teriam para garantir a preservação daquilo que a população já conquistou ou que não gostaria de perder? Faz todo sentido.

Impasse

Alegando frustração de repasses federais e queda na arrecadação, Camilo comunicou os gestores da AL, TJAP, TCE e MP-AP que haverá redução nas parcelas do duodécimo de cada instituição. Pelo MP, Ivana Cei reagiu. “A redução representará uma interferência gritante na autonomia e funcionamento da instituição, comprometendo sua capacidade de honrar compromissos com servidores, membros, fornecedores e prestadores de serviços”, argumenta.

Impasse II

Para assegurar aquilo que considera direito líquido e certo, o MP ingressou, na última sexta-feira (18), junto ao Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP), com mandado de segurança preventivo contra o governador, Camilo Capiberibe, para garantir o repasse integral do duodécimo devido à instituição. A Ação foi distribuída ao gabinete da desembargadora Stella Ramos, que ontem mesmo concedeu a liminar favorável ao MP.

PAI

“Há uma cultura na população de procurar inicialmente o Pronto Atendimento Infantil, antes de ir aos postos de saúde. Precisamos inverter essa lógica. As Unidades Básicas de Saúde estão com equipes médicas atendendo diariamente. É preciso voltar a confiar na saúde municipal”, avalia o subsecretário de atenção básica da SESA Denilson Magalhães. Para ele, essa é uma das principais causas de superlotação do PAI.

Expulsos

Médica e consultora do Ministério da Saúde no Amapá, Maribel Smith, relata episódio de constrangimento e agressão que sofreu, ao lado de outros profissionais de saúde, no auditório do CRM/AP. Disse que estava participando de um treinamento para realização do teste do reflexo vermelho nas UBS de Macapá, quando, inesperadamente, foram expulsos do lugar pelo próprio presidente da entidade, médico Dorimar Barbosa. A razão? Ninguém sabe ao certo.

Conectados

O economista Teles Júnior coordenou uma pesquisa sobre a participação de eleitores que utilizam as redes sociais no Amapá. O resultado do levantamento revela que aproximadamente 50% estão conectados, cerca de 220 mil pessoas. Dessas, 95% preferem o Facebook para interagir. Em seguida, com 57% surge o whatsapp, depois o instagram (22%) e por fim o twitter, com 14% da preferência dos internautas.

Reeleição

 

Atual presidente do Sindicato dos Servidores Públicos em Educação do Amapá (Sinsepeap), Aroldo Rabelo, mudou os planos completamente para este ano. Desistiu da candidatura à Câmara dos Deputados, permaneceu na direção do sindicato e agora vai concorrer a reeleição. Após imbróglio do primeiro pleito, anulado pela comissão eleitoral, professores devem voltar às urnas no dia 23 de agosto. Torcida é para que dessa vez tudo termine bem.

 

Investimentos

 

Da reunião com ministro das Cidades, Gilberto Magalhães Occhi, no último dia 17, o prefeito Clécio e o senador Randolfe anunciam boas notícias: recursos para recuperação asfáltica das ruas e avenidas de Macapá. Trataram de dois projetos, já aprovados pelo ministério, que somam R$ 44 milhões. Os recursos, que virão do PAC, serão aplicados em pavimentação e mobilidade urbana.

Reunião Clécio, Randofe e ministro Gilberto Ochi

Expresso

“Em tempos turbulentos, com a falta de tanta coisa, o Lurdico encontrava uma forma de nos trazer alegria” Cláudio Silva – presidente da Fundação Municipal de Cultura.

“Na nossa memória sempre ficará a alegria e o sarcasmo propiciado por Lurdico nas suas apresentações. Alegria que também era de Pádua”, senador Randolfe Rodrigues.

“Lamento o repentino falecimento do humorista Antônio de Pádua, o Lurdico. Artista amapaense, contribuiu para o aumento geral da felicidade”, governador Camilo Capiberibe.

“Sobre a passagem do amigo Pádua….a ficha ainda não caiu!!”, jornalista Anderson Farias.

“Meu pai é minha alma gêmea. Ainda vamos viver muitas outras vidas juntos!!”, Hanna Borges (filha de Pádua).

  • Acho que venho falando tem uns tres anos que um dia a casa vai cair. Os repasses de FPE tem diminuído e a tendencia é manter essa queda. O governador Camilo tem razão quando tenta reduzir a participação percentual dos poderes no bolo orçamentário. O executivo está no fio da navalha. Não está longe o dia que o pagamento de pessoal estará comprometido. Cinco estados na federação vivem exclusivamente às expensas do fpe, sendo o Amapá um deles.
    Nossos poderes constituídos são mais perdulários que o executivo e não estão nem aí para a fonte de recurso que abastece o governo. Querem saber de sua parte. Entram com mandado de segurança, fazem quslquer coisa. É claro que a justiça vai ferrar o estado. Tem que criar precedentes, para quando chegar sua hora estar amparada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *