CNJ suspende promoção do TJAP

O Conselho Nacional de Justiça – CNJ, concedeu liminar a pedido da juíza Sueli Pini,  suspendendo a promoção do juiz  Constantino Brahuna  ao cargo de desembargador, ocorrida na semana passada.

O CNJ já havia determinado a anulação da promoção ocorrida em 2011.

Na ação, Sueli Pini disse que o Tribunal de Justiça do Amapá repetiu os mesmos vícios que levaram à nulidade do processo de 2011.

A promoção é por merecimento e deve seguir critérios técnicos e não preferências pessoais.

Na decisão, o CNJ diz que “surpreendentemente, em menos de 24 horas, o magistrado promovido já foi empossado” .

Veja a liminar no link abaixo

https://www.cnj.jus.br/ecnj/consulta_processo.php?num_processo_consulta=11139620122000000&consulta=s

Pajés do blog dizem que o Tribunal de Justiça do Amapá quer medir força com o CNJ, que definiu critérios para a escolha. E deve perder.

  • Li no blog do Correa Neto que “alguém” atribuiu uma nota ZERO para a doutora Sueli Pini. Será casuísmo ou a nobre juíza causa tanto temor ou antipatia entre alguns membros do TJAP? Nos dias de hoje é preciso muita cautela na apreciação de matérias que podem ser revistas pelo CNJ. Não é a primeira e nem a segunda vez que esse nobre conselho anula decisão de cunho administrativo do TJAP. Viva o CNJ!!! Dra. Sueli, vá em frente. A Sra. que aplica o direito e corrige injustiças não pode esmorecer quando a prejudicada é justamente a senhora.Sucesso!

  • Força Dra. Sueli! A senhora será a Eliana Calmon do TJAP e ira defender os interesses da sociedade ao invés de políticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *