CNJ decidiu que Sueli Pini será a nova desembargadora

Conselho revê decisão do TJAP e juíza torna-se desembargadora

 

O plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) acolheu nesta terça-feira (19/6), durante a 149ª sessão plenária, o pedido de promoção da juíza Sueli Pereira Pini para o cargo de desembargadora no Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP).  Os conselheiros, na prática, acataram dois pedidos interpostos pela magistrada ao CNJ para que fosse revista decisão do TJAP sobre promoção de magistrados naquele tribunal.

Por maioria, o plenário decidiu acatar o Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) n. 0001552-10.2012.2.00.0000 e o Procedimento de Controle Administrativo (PCA), relatados pelo conselheiro José Roberto Neves Amorim.

O CNJ também desconsiderou o voto do desembargador Agostino Silvério Júnior, daquele tribunal, na sessão do TJAP de promoção dos magistrados, por considerá-lo impedido. Os conselheiros aprovaram, ainda, a sugestão do relator de abrir sindicância na Corregedoria Nacional de Justiça para apurar se houve, por parte do desembargador Agostino Junior, também do TJAP, descumprimento de decisão anterior do CNJ, visando ao benefício de outro candidato.

Em março deste ano, o CNJ decidiu desconstituir o resultado do processo eleitoral que elegeu o juiz Constantino Augusto Tork Brahuna, titular da 1ª Vara Cível da Comarca de Macapá, para o cargo de desembargador do TJAP. A eleição fora questionada no CNJ pela juíza Sueli Pini, que também concorria à vaga.  À época, o CNJ havia decidido pela promoção por merecimento da juíza.

Regina Bandeira
Agência CNJ de Notícias

  • Nada mais justo de ser feito. Os vícios relacionados as decisões tomadas pelos desembargadores precisavam de uma intervenção do CNJ e agora isso foi aconteceu.
    É inegável o valor, a qualidade e o compromisso desta mulher guerreira.
    Parabéns Sueli Pini.

  • Nada mais justo de ser feito. Os vícios relacionados as decisões tomadas pelos desembargadores precisavam de uma intervenção do CNJ e agora isso foi aconteceu.
    É inegável o valor, a qualidade e o compromisso desta mulher guerreira e humana.
    Parabéns Sueli Pini.

  • Parabéns pela promoção da Dra.Sueli Pini. Não quero aqui, entrar no mérito das ações judiciais, pois me considero leigo na seara do direito. Me reporto em nome de minha família. Eu, minha esposa e meus três filhos somos nascidos aqui. Promovê-la por “merecimento”, é reconhecer um trabalho dedicado sobretudo às comunidades ribeirinhas e menos favorecidas de nossas terras tucujus. Em 1998 foi indicada ao Prêmio Cláudia por sua atuação na Justiça Intinerante. Em 2005, foi indicada entre 1000 mulheres em 154 países ao nobel da paz. Agora, o CNJ toma uma decisão que certamente vai ecoar com muita alegria no nosso Estado. Viajo quase que diariamente pelos quatro cantos do Amapá e a doutora Sueli é sempre carinhosamente lembrada, principalmente no Arquipélago do Bailique. Adotou esse Estado e sinceramente quero registrar “ESTAMOS ORGULHOSOS EM SABER QUE SUELI PINI É DESEMBARGADORA DO NOSSO ESTADO DO AMAPÁ”.

  • Conquista muito digna! Parabéns à Dra. Sueli Pini! O povo do Amapá sempre acreditou no seu trabalho. Diferente dos desembargadores…

    • Isso mesmo, vamos esperar “a …sindicância na Corregedoria Nacional de Justiça para apurar se houve, por parte do desembargador Agostino Junior, também do TJAP, descumprimento de decisão anterior do CNJ, visando ao benefício de outro candidato.”

  • Não conheço pessoalmente a Drª Sueli Pini, porém, acompanho-a através da imprensa suas atividades profissionais investida de múnus público. A justiça amapaense, com certeza ficará mais equilibrada, pois, aonde tem mulher com poder de justiça social, tudo fica mais com clareza.

    Quem for fraco, que se fortifique um pouco mais.

  • Pense numa mulher porreta, o negocio e que estavam com medinho dela la dentro. pois com ela não tem esse negocio conchavos e jeitinho. se e que voces me entendem.

  • Sem entrar no mérito da decisão, nem em merecimentos, parabenlizo a Dra. Sueli que, com humildade e altivez, sempre tratou as partes e os advogados com respeito e dignidade.

  • Conheço a pessôa e a Magistrada Dra. Suli Pini. Não sou de bajular, muito menos de expessar o sentimento que não for puro. Essa grande mulher, mãe exemeplar e impar, por ser daquelas que não gerou, mas que dá a todo dia uma demonstração de que é possível doar amor
    a seus filhos, e que amor?
    Desembagadora, ganha a Justiça de nosso Estado; ganha a justiça brasileira. Parbéns mulher guerreira!!!

  • Um beijo para àqueles que tentaram impossibilitar essa conquista. Agora vai ser mais dificil ter a parentada na AL, né?…Enfim, Essa mulher vai colocar moral no Tribunal.

  • É A NOVA REVOLUÇÃO NO AMAPÁ COMEÇOU. A PROXIMA VAI SER DA DRA. IVANA CEI CONTRA OS CORRUPTOS DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO AMAPÁ. VAMOS LIMPAR O AMAPÁ. VAMOS COMEÇAR A TIRAR OS ANALOGOS DA CÂMARA DE VEREADORES.

  • Aquela famosa frase “quem não luta por seus direitos não é digno de tê-los”, veio a ser certa para a nova Desembargadora Drª Suely, boa sorte nessa mais nova missão, que tenho certeza vai ser brilhante como sempre.

  • Uma magistrada que honra o judiciário nacional e possui a seiva da mudança positiva em suas veias. Denodada e sempre zelosa em tudo que faz, a Juíza Sueli Pini soube vencer obstáculos e desafios galgando o mais alto posto da Magistratura amapaense. Uma mulher de fibra e operosa, mas também muito terna, sensível e carinhosa que soube conquistar o povo do Amapá, distribuindo justiça e deixando sua marca indelével em tudo que faz. Muito sucesso nessa nova caminhada e mais uma vez, parabéns, excelência, por ser a primeira Desembargora da Justiça do Estado do Amapá. Muito me honra ter amadurecido, convivido e ter tido a oportunidade de aprender um pouco da vida com a sua história de vida.

  • Sem entrar no mérito da decisão, nem em merecimentos, parabenlizo a Dra. Sueli que, com humildade e altivez, sempre tratou as partes e os advogados com respeito e dignidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *