Cantor e compositor Enrico Di Miceli é indicado, em três categorias, ao Prêmio Profissionais da Música

O cantor, compositor e músico Enrico Di Miceli foi indicado, em três categorias, ao 7ª Prêmio Profissionais da Música. Com três discos gravados, canções compostas com dezenas de parceiros de todo o país, o artista vive um novo momento em sua carreira e a participação na sétima edição do PPM abrilhanta sua trajetória como cancioneiro amazônida.

As indicações ao Prêmio se deram por conta do disco “Timbres e Temperos”, terceiro álbum da carreira de Enrico, lançado em 2021, em parceria com o poeta, escritor e cantor paraense Joãozinho Gomes e a cantora amapaense Patrícia Bastos.

*Mais sobre o Timbres e Temperos*

Timbres e Temperos possui direção musical do músico e compositor paulistano Dante Ozzetti, autor dos arranjos e produção executiva de Clicia Vieira Di Miceli. O repertório do disco é composto por ritmos do Amapá, como o batuque e o marabaixo, e fusão de gêneros musicais da vizinha Guiana Francesa, como o zouk.

*O artista concorre nas categorias:*

– Criação – Norte – Cantor
– Criação – Norte – Autor(es) Música e Letra;
– Convergência – Norte – Videoclipe, com a música “Dançando com Oxum”.

A votação, iniciada no último dia 14, irá até 29 de setembro.

*Como votar:*

1- Acessar www.ppm.art.br
2- Fazer cadastro clicando no botão CADASTRO;
3- Ao concluir o cadastro, clicar no botão VOTAÇÃO;
4- Clicar na modalidade:
5- Depois clicar na categoria:
6- Aperte o botão votar.
.
Ao dar OK no voto, a categoria em que votou, mudará de cor.

*Mais sobre Enrico Di Miceli*

Enrico Di Miceli é musicista paraense radicado no Amapá. Ele é um dos grandes nomes da música regional amapaense. O artista começou a tocar e compor no final dos anos 80, se apresentando em bares de Belém (PA) e festivais do Norte do Brasil. Com mais de 30 anos de carreira, compôs músicas em parceria com renomados compositores do Brasil.

Enrico Di Miceli gravou três álbuns: o “Amazônica Elegância” (2010), em parceria com o poeta Joãozinho Gomes, “Todo Música” (2019), solo com participações de vários renomados parceiros e “Timbres e Temperos” (2021). Sua música já cruzou a fronteira, através de shows realizados na Guiana Francesa (FRA).

*Sobre o Prêmio Profissionais da Música*

O PPM foi idealizado com o objetivo de expor e reconhecer a contribuição de todos os profissionais que colaboram para o desenvolvimento deste setor econômico. Seu voto é muito importante. Vote e prestigie a música do Amapá!

*Assessoria de comunicação*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *