Caesa mostrou obras do governo a lideranças comunitárias

Várias lideranças comunitárias da Zona Norte de Macapá aceitaram o convite da direção da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), e participaram no último final de semana de uma visita a Estação de Capitação de Água Bruta e a Estação de Tratamento de Água de Macapá (Etam).
Durante a visita o presidente da companhia, Ruy Smith Neves, juntamente com os diretores, engenheiros e técnicos mostraram aos lideres comunitários as atuais condições de funcionamento do sistema. Atualmente cerca de 70% da água tratada vem sendo desperdiçada, enquanto boa parte da cidade não é atendida pelo abastecimento.
Ruy Smith mostrou o que vem sendo feito pelo governo do estado para solucionar o problema até 2012. O Estado vem investindo mais de R$ 80 milhões em obras que vão desde a estação de captação, passam pela estação de tratamento e chegam a zona norte com uma nova adutora e a construção de um reservatório no Tanque 4 (T4), localizado ao lado do quartel da Polícia Militar no bairro Infraero. Além desses investimentos o governo acaba de conseguir mais R$ 22 milhões do BNDS que também serão investidos na ampliação e melhoria do sistema de abastecimento de água em Macapá.
A direção da Caesa respondeu a todas as perguntas feitas pelas lideranças comunitárias sobre o prazo de execução das obras, os problemas atuais e previsão do governo para que os bairros dessa área da cidade tenham água 24 horas. A companhia deixou claro que todos os projetos têm um prazo de execução a serem vencidos, mas ainda esse ano parte do problema será solucionado em alguns bairros, onde há rede de água.
“Acabar com a falta de água na zona norte é prioridade número um para o atual governo e, portanto, para a equipe da Caesa. Hoje trabalhamos diariamente no sentido de resolver esse problema” disse o presidente Ruy Smith aos moradores. ( assessoria Caesa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *