BNDES adia leilão de privatização da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA)

 

O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) adiou para 25 de junho o leilão de privatização da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA). Antes, o certame estava previsto para acontecer no dia 18.

Segundo o chefe do Departamento de Estruturação de Empresas e Desinvestimento do BNDES, Leonardo Mandelblatt, a mudança ocorreu para que os potenciais interessados tivessem mais tempo para analisar as informações sobre o ativo, disponibilizadas no data room do leilão. “Com uma semana a mais, os investidores terão mais tempo para fazer as análises do processo”.

No certame, a empresa será vendida pelo valor simbólico de R$ 50 mil, e o comprador assumirá um passivo de R$ 1,1 bilhão, além da obrigação de fazer um aporte de R$ 400 milhões na distribuidora.

A CEA tem hoje 222,9 mil unidades consumidoras conectadas e atende a uma população de 829,4 mil pessoas em 16 municípios do Amapá, segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *