• Muito bem! Entretanto aí vão algumas perguntas: 1. Por que só agora (dez anos depois) os nossos nobres deputados decidiram fazer esse julgamento? O que tem por detrás disso? 2. Por que não aproveitam e julgam com decência as contas dos ex-governadores Valdez Góes e Pedro Paulo? 3. Por que os queridíssimos deputados não explicam à sociedade o porquê do imoral valor da verba de gabinete? 4. Com que ânimo algum ou alguns dos deputados que participaram dos dois últimos governos passados vão realizar esse julgamento?
    Essa postura reflete o desespero daqueles que durante muitos anos mamaram nas tetas do governo e enriqueceram às custas da miséria da sociedade amapaense. Está claro que há um complô para desestabilizar o atual governo. As eleições municipais estão chegando e o desespero aumenta. É o medo de perder.

    • Não tendo o legislativo julgado contas de 10 anos atrás, não poderá julgar agora,pois ja prescreveu.
      Isso é coisa de uma assembléia legislativa ( COM LETRAS MINUSCULAS MESMO)que não se preocupa com coisas importantes realmente. VÃO TRABALHAR VAGABUNDOS.

  • Deveria ter uma intervenção federal no Amapá, porque a bandidagem da harmonia continua. Os poderes estão podres e sem credibilidade. Esses caras continuam fortes por causa da impunidade.

    • É isso mesmo!! Esse deboche deles com o povo já está passando dos limites e ninguém, NINGUÉM faz nada!!! Muita falta de vergonha na cara e ainda ficam emitindo notinhas na imprensa dizendo que estão apenas fazendo o trabalho deles. Impunidade faz isso!

  • Eu rogo a Deus, q esses politicos q levaram o Amapá para as páginais policiais sejam varridos do nosso Estado.

  • Imagina para quem foi eleito com 9 votos, já antecipou sua reeleição, aumentou a verba indenizatória em R$ 100 mil a maior do Pais, conseguindo fazer o estado servir de chacota nacional, aprovou duas CPIS “fajutas”. Votar as contas do governo CAPI no ano de 2011 não é de se espantar.

  • Como o amapá é controlado por politicos sem noção, não defendo governo capi, nem governo waldez, ai fica uma pergunta no ar, porque só agora esses deputados sem compromisso vão por em julgamento as contas do governo capi, será que naquele tempo os deputados da epoca tinham rabo preso com o capi, assim como os deputados do governo waldez que tem rabo preso com ele, infelizmente o povo é cego e não tira essas figuras do poder, o amapá só vai começar a andar quando não tiver, nenhum representando ligado ao capi ao waldez e ao gilvan, chega desses parasitas, que so sabem levar o amapá para o buraco, não aguento mais ver nosso lindo estado parado no tempo, vegetando com esses politicos sem compromisso que fazem nosso estado ser motivo de riso.

  • caraca, por onde Capi passa nem grama nasce, é só briga briga e briga, não sera vc que vai mudar o maldito sistema,porque ele não usa o Senado pra trazer recursos e projetos pro Amapá, mais PQP é so acusando os outros, ninguém presta pra ele, pelo amor de Deus credu eu hem..vai acabar perdendo o mandato denovo, Capi tu já ta velho mano vira esta pagina, briga pra trazer recurso pro AP

  • Espero que seja um trabalho correto. Pelo menos vamos tirar a limpo a historia de que a conta do Capi tinha sido reprovada em 2002 e ficou protegida por um Conselheiro do TCE que fora nomeado por ele. A sociedade precisa saber quem é Capi.

    • Quem é o Capi, quem é o Julio Miranda, quem é o Fran Junior, quem é O Moisés, quem é o Jorge Amanajás, quem é o Gilvan, quem é o Waldez, quem é o Pedro Paulo, quem era o Barcelos, quem são todos da operação maãos limpas e etc etc etc etc e tal

  • Eu acompanho a historia de luta de janete e capi desde que militei no movimento estudantil e não achei nada que desabone a conduta moral do senador capiberibe e deputada federal janete capiberibe.Agora gostaria de saber desse tribunal da antiga ditadura militar que é a Assembleia Legislativa do Estado, a onde estão a cifra de mais de um bilhão e meio de reais desviados do cofre publico do governo do estado na gestão de Waldez Góes e Pedro Paulo,não era o dever de voces fiscalizar esse desvio ,me respondam eminentes deputados mesaleiros.

  • agua mole pedra dura tanto que bate até que fura, quanto mais voces da assembleia legislativa do estado perseguirem o capi e sua familia nos estaremos do lado deles eu falo como povo, Pois desde o meu nascimento em 1971 aqui em macapa´, sou socialista convicto, hoje aos meus quarenta anos de idade continuo acreditando na familiar capiberibe e não encontrei nada que desabone a conduta moral deles,senhores deputados vão procurar o que fazer em prol da sociedade querem uma dica visitem o postos e centros de saude do minicipio de macapá e veram o caos publico em que se encontram.

  • Vão julgar as contas do Waldez Góes, cujo o governo foi cheio de desvios do dinheiro público e a maioria dos nobres deputados estavm cegos, mudos e surdos para o que acontecia no Estado e agora em um passe de magica resolveram ser os paladinos da moralidade. É incrivel como esse deputados pensam que a sociedade não possui memória e nem dicernimento sobre os reais motivos dessas apurações atualmente.

  • “É tanto trabalho”, que somente agora os deputados estão com tempo suficiente para tal objetivo. Agora uma perguntinha: aonde esses processos, antes, se encontravam? Ou, então: bom, deixa pra lá…

  • Vamos fazer campanha pra não reeleger esses deputados que não estão fazendo nada de útil, não estão cumprindo com sua obrigação.

  • Adelmo Caxias disse:A insegurane7a jureddica cada vez aolssa mais este paeds. Isso tudo e9 resultado de ato legislativo praticado pelo Executivo e as sentene7as trabalhistas que, primeiramente, entenderam que o Plano Collor era inconstitucional. Depois resolveram inverter o entendimento. Concluse3o, depois de incorporados aos sale1rios dos empregados, os valores deferidos pelo Judicie1rio, vem agora o TCU e desfaz o que o Judicie1rio je1 tinha feito. Mais uma enxurrada de ae7f5es ve3o surgir, se mantida a exdrfala decise3o do TCU depois de quase 20 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *