Belém 400 anos

“Toda e qualquer cidade está, No Bar do Parque. Belém Belém Belém Tudo Bem

Todos vocês no céu da Memória, brilha uma estrela, uma história, dentro de mim” – Constelação Sentimental (Nilson Chaves)

bardoparque

 

Minha homenagem a Belém nos seus 400 anos.

Cidade que me acolheu nos alegres anos da vida universitária. Que deu meu primeiro emprego. Muitos e eternos amigos. Que me ensinou a amar a cultura amazônica.

Belém dos meus pais e tão amada por eles. Minha raiz familiar. Cidade do meu marido e da família que ganhei com ele.

Belém. Minha vida e memória sempre ligada à sombra de tuas mangueiras. Ao cheiro do tacacá e do cachorro-quente da esquina. À emoção do Círio. Às ruas de Batista Campos e da Campina. Aos lugares, pessoas, cheiros e sabores, que me fizeram e me fazem feliz a cada reencontro.

belem

Belém-repa

Belém-caranguejos

 

  • É Belém do Pará, Carimbó, Síria, Tucupi, Tacacá, Açaí na tigela
    É Belém de “Fafá”, Baía do Guajará, Ilha do Marajó, ai que coisa mais bela!
    Eu vim de lá, eu vim de lá, eu vim de lá também
    Eu vim de lá, eu vim de lá, do meu Pará-Belém
    Vem dançar o carimbó, mistura com o Síria, e depois lambadiar o ano inteiro
    Vem na onda do Calypso, na levada do Calypso, quem não gosta de Calypso
    Não é Brasileiro!

  • Saudação a Belém pelo aniversário de 400 anos. Belém foi minha casa durante 10 anos e, na verdade, nunca saiu de mim. O espaço físico e seus cheiros, suas cores, seus sabores, perpetuaram-se na minha vida por meio das amizades que perduram, dos ícones que revisito pelo menos uma vez por ano, das lembranças que guardo na mente e nas fotografias e no respeito e carinho que devoto. Sinto alegria por ter morado em Belém, vivenciei mudanças estruturais (umas boas, outras péssimas), construí carreira profissional a partir de ótimas oportunidades, fiz e desfiz laços, de uma certa forma tornei-me paraense ao incorporar novos hábitos e costumes que vieram para sempre, principalmente o vocabulário. Meus parabéns vai para os seus habitantes, com destaque para meus amigos. Que a cidade ganhe gestores comprometidos com investimento em qualidade de vida, porque atualmente tá tenso, e também mais consciência ambiental por parte dos moradores. Belém, amo T.

  • Belém representa grande parte do que sou e consegui na minha vida. Tenho um grande amor e sou muito grato a querida cidade das mangueiras.

  • E o cheiro do Pará com o patchuli e demais ervas cheirosas; e as barracas do Vêr-O-Peso, o Mercado da Carne todo importado da Europa, o Teatro da Paz, que é outra relíquia. E muita coisa mais… Sem falar no artesanato de Icoaraci. “Belém, cidade tão grande, que beleza dá ao além, Belém, Belém, Belém, Belém…” Pará, terra de nossos pais, terra de nossas origens. Parabéns! Trago teu cheiro e o respiro na minha roupa, aqui, bem longe de ti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *