AztraZeneca: Amapá recebe 6 mil doses de vacina contra covid-19

 

O Amapá recebeu na tarde deste domingo, 24, o 2º lote de vacinas enviado pelo Ministério da Saúde (MS) contra a covid-19. São 6 mil doses da vacina da Oxford/AstraZeneca.
A aeronave, com o novo lote de vacinas importadas da Índia, foi recebida pelo governador Waldez Góes e equipes da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e Superintendência Vigilância em Saúde (SVS).

Logo após o desembarque, as doses foram colocadas em caminhão baú e seguiram escoltadas por viaturas da Polícia Federal até a Central de Abastecimento e Distribuição de Imunobiológicos (Cadi) da Sesa, em Macapá, onde foi averiguada a integridade do material.
O governador destacou que nesta fase seguirão sendo imunizados, de forma prioritária, conforme prevê o Plano Estadual de Saúde apresentado em dezembro de 2020, profissionais da saúde que atuam na linha de frente contra a covid-19.

“Solicitamos ao Governo Federal a inclusão de populações vulneráveis e quilombolas no Plano Nacional e, consequentemente, no Plano Estadual de Vacinação. E temos cobrado dos prefeitos que fiscalizem, monitorem e acompanhem para não permitir que nenhuma dose de vacina seja utilizada em pessoas que não estejam, neste momento, no plano de prioridades do combate à covid-19. No final, todos os amapaenses serão imunizados, mas não é justo imunizar, neste momento, pessoas que não estão no front”, ressaltou Waldez Góes.
Distribuição
O secretário estadual de saúde, Juan Mendes, explicou que ainda neste domingo será feita a divisão do lote entre os municípios e já na segunda-feira, 25, as prefeituras poderão começar a fazer a retirada na Cadi.

“Estamos nos organizando para quando finalizarmos em 100% a imunização de trabalhadores da saúde, iniciarmos a vacinação dos idosos de forma escalonada, já que neste momento não conseguiremos alcançar todo o grupo acima de 60 anos de uma única vez. Iremos iniciar nas faixas etárias mais altas, como acima de 90 anos e depois, conforme a chegada de novos lotes, diminuirmos essa faixa etária”, esclareceu Mendes.
2ª dose
A AztraZeneca tem prazo de 12 semanas para a 2ª dose, ou seja, 3 meses. Por isso, a orientação do Ministério da Saúde é de que todas as doses sejam utilizadas neste momento para a imunização dos profissionais de saúde, com a garantia do envio da 2ª dose dentro do prazo.

O Amapá aguarda, nos próximos dias, a chegada de mais um lote da vacina CoronaVac, do Instituto Butantan, de São Paulo, produzida em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *