Atuação conjunta do MPF e PF visa esclarecer influência política em grilagem de terras no Amapá

Operação que cumpriu mandados de busca e apreensão nesta quinta-feira (7) é continuidade das Operações Miríade e Terras Caídas
Atuação conjunta do Ministério Público Federal (MPF) e da Polícia Federal (PF) resultou no cumprimento de quatro mandados de busca e apreensão na manhã desta quinta-feira (7). A Justiça acolheu pedido do MPF para autorizar a busca e o recolhimento de documentos e objetos nas residências ou locais de trabalho de três investigados, sendo um deles ex-deputado federal.

Os objetos recolhidos serão analisados na continuidade das investigações das Operações Miríade e Terras Caídas, que apontaram a existência de organizações criminosas que atuavam dentro do Incra e do Programa Terra Legal, no Amapá. As investigações, até o momento, demonstraram um complexo esquema de fraude, corrupção e grilagem de terras no estado, com envolvimento de servidores públicos, entre eles o ex-parlamentar.

Com a nova apreensão de documentos, o órgão espera esclarecer possível influência política junto aos órgãos de regularização fundiária e de licenciamento ambiental no Amapá. A partir das operações, deflagradas em 2018 e 2019, e das provas colhidas, o MPF já apresentou denúncias à Justiça, que estão em diferentes fases processuais.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal no Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *