Assaltantes aterrorizam Macapá e continua faltando efetivo na PM

Segurança pública continua sendo um calo na atual administração. Nos últimos dias, vários casos de assaltos e sequestros assustaram a populacao. O ex-presidente da CEA Josimar. Um gerente do Banco do Brasil. E ontem, vejam só, dois padres foram seqüestrados e assaltados.
Os Padres Daniel e Edmundo, da Paróquia São Benedito, foram assaltados logo após a missa, por homens que estavam escondidos no saláo paroquial. Após o assalto, foram feitos reféns, seqüestrados e abandonados na estrada do Curiaú.
E mais. Novas fugas no Iapen ontem, e de perigosos assaltantes.
Policia Militar, vale ressaltar, tem tirado leite de pedra pra garantir policiamento. Mas continua com sério problema de efetivo. Dos 20% dos PMs que estão fora do quartel e que o GEA disse que iriam retornar, somente 10 policiais retornaram. E só o Ministério Público abriu mão de parte de seu efetivo.

  • Paralelo ao crescente índice da criminalidade, há uma outra crise na segurança pública do Amapa: alguns integrantes da PM não estão se entendendo com alguns integrantes do Polícia Civil, há varias elegações: os PM´s afirmam que tem bandidos que são presos e Policiais Civis logo os liberam, por outro lado Policiais Civis afirmam que PM´s não tem competencia para investigar(Serviço Reservado de Inteligencia da PM). Esse ciúme não é novidade, existe outro enclave: Polícia Militar X Guardas Municipais… e no meio de interesses de poder e uma “tal” superioridade policial, a população padece frente as investidas criminosas de bandidos cada vez audaciosos… até quando???

  • Esses relatos são mínimos, a verdadeira violência é sentida pelo povão todos os dias. Além disso, inúmeros são os casos que sequer são registrados em delegacias ou periódicos. A segurança, ou melhor, insegurança pública é uma das marcas deste Governo. Mas tudo isso, é reflexo das indicações políticas para ocupação de cargos públicos estratégicos. Os profissionais competentes e hábeis para resolver o problema, se não houver um padrinho político, são esquecidos e desprezados. A questão é moral, ética e política. Para resolver essa insegurança pública é preciso ter vergonha na cara. O rótulo da incompetência é o cabo eleitoral mais atuante do próximo governo.

  • Sabe quando é que as nossas autoridades irão tomar providências sobre a crescente onda de crime em Macapá. Quando seus filhos, suas esposas ou alguém de sua família sofre com ela. Até lá só nós meros mortais é que estamos sofremos.

    • Luciana,

      Não tem esse risco de eles ou seus familiares serem assaltados, pois segundo já comentado aqui por um leitor, 43% do efetivo da PM estão à disposição de órgãos e autoridades. Então, é torcer, rezar e se precaver para que a gente não entre nessa crescente estatística da violência em Macapá.

  • Este governo está mesmo indo de mal a pior e a população ficando cada vez mais a mercê da bandidagem. A segurança pública está ineficiente e o Secretário Marcos só quer saber de andar charlando pela cidade em carro oficial. Só este ano foram 5 fugas consecutivas no IAPEN em plena luz do dia. A população anda em pânico e se sentindo a prisioneira, enquanto os bandidos estão à solta cometendo os seus crimes. Precisamos da eficiência da polícia já, não temos mais como esperar!

  • SOBRE A FUGA NO IAPEN UM IMENSO BURACO ABERTO EM PLENA LUZ DO DIA ,É NO MINIMO ESTRANHO NINGUÉM TER VISTO, VAMOS APURAR DIRETOR DO IAPEN.

  • Quem sofrer com isso , são os policiais que se desdobram , muita das vezes não respeitam nem a folga do policial.

  • Lamento essa situação. Professor Marcos tinha, eu disse tinha, no início do governo, respaldo moral e político para pleitear qualquer Secretaria para conduzir. Nesse aspecto, o Prof. Marcos poderia ter tranquilamente evitado passar por esse desgastante cargo. Esse cargo é para quem tem conhecimento na área de segurança. Acho que está mais do que provado que o Prof Marcos não tem. Prof Marcos: O Sr. poderia ter escolhido a DEFENAP, o SUPERFÀCIL, a SEICOM, a Ouvidoria, a Procuradoria, ou o escambau da bahia. Lamentavelmente temos hoje um secretário cada vez mais enfraquecido, uma área de segurança totalmente desestruturada, a população desesperada, o Governador constrangido, e todos, em uníssono dizendo (pensando): PROF MARCOS: PEDE PRA SAIR!!!

  • Lene esta é a minha sincera opinião sobre o quadro atual. A violência urbana tem prosperado em nossa sociedade de uma forma assustadora. Assaltos dos mais estranhos modos e meios. Cada dia gente
    mais nova entra no meio da violência.
    Entre as estatísticas a violência familiar também entrou na mira, cresce de forma desordenada e não menos violenta.
    Parentes que por desagrado seqüestram outros, namorados que por não
    aceitar termino matam suas “amadas”. O mundo jaz no maligno. Não há mais
    como acreditar em quem quer que seja, olhamos para o próximo não como
    próximo, é o mais estranho quanto posso imaginar. Perdemos o senso de perigo, pois tudo se tornou perigoso, não vamos
    ao banco, ao supermercado sossegado. Com dinheiro nem pensar, e pior nem
    a senha do cartão você tem direito a esquecer em um seqüestro relâmpago.
    Sua vida fica em risco se você tiver um colapso nervoso. Nem pense em
    reagir? É morte na certa, a menos que você queira matar o bandido e ele ser
    enterrado como coitado e você como bandido, porque agora é assim, você é o preso e ele o solto. É a chamada INVERSÃO DE VALORES.
    Os especialistas em crimes dizem que não conseguem saber de onde
    vem tanta violência em tão pouco tempo e como se espalha tão rápido. Tentase
    de toda forma amenizar este mal, mas não acabará. Não adianta armar
    cada dia mais o sistema de segurança pública, nem fazer novos concursos e
    preparar megas policiais. O problema vai além.O momento histórico atual não é mais violento que os anteriores.A
    violência é um dado presente desde sempre na história da humanidade, a
    destrutividade e a violência são inerentes ao humano.Nossa tendência em
    pensar que vivemos um momento particularmente violento deve-se a nossa
    vaidade e ao fato de que é agora que vivemos e é agora que somos
    ameaçados. O que caracteriza a violência nos dias de hoje, é que ela está
    sendo usada como forma de dar vazão às insatisfações sociais. Existe uma
    “desesperança social generalizada, fruto de fatores como falta de perspectiva e
    confiança no futuro, crescimento mundial do desemprego e dificuldade de se
    estabelecer ligações afetivas estáveis. Essa situação obriga as pessoas a uma
    renúncia cada vez maior de suas “satisfações pulsionais”, as necessidades.
    Já é tempo de acordarmos, não podemos mais aceitar essa situação,
    não precisamos sair às ruas com faixas nem cartazes, não precisamos ir às
    televisões em debates loucos e acalorados. Precisamos parar de achar que somente ações governamentais
    mudarão a história do Amapá e do Brasil.

  • continuam os assltos em plena luz do dia aqui no Residencial Monaco, nininguém aguenta mais, alguns moradores daqui estão se armando com revolveres 38, assaltaram bem ao lado da Dep: Sandra Hoana uma vergona…alooo Camilo sai do twiteer rapaz atende o povo que te elegeu manda policia aqui pro residencial Monaco pelo amor de Deus..

  • Cara alcilene o problema da segurança pública passa longe dos gabinetes militares, que diga-se de passagem são institucionais e regulamentados por lei e representam apenas 11% do efetivo de nossa policia, o problema foi e continua sendo de gestão, até pq o discurso melhorou, mas em termo de ação o governo continua inerte. 43% do efetivo da PM encontra-se a disposição de cargos e orgãos ligados diretamente ao executivo estadual(DETRAN,SEJUSP, IAPEN,Vigilancia dos prédios da SESA, PALACIO e VICE-GOVERNADORIA, CAPI JANETE e outros)o qual poderia acelerar os investimentos em logística e formação de novos policiais, pois os 190 q foram chamados equivalem ao mesmo nº de policiais q estão indo pra reserva, sem falar nos coletes balisticos q estão vencidos e a falta de munição pra formação de novos policiais, q tem q fazer coleta pra comprar e não sair do curso sem dar um tiro! A policia até tem coseguido prender, mas o IAPEN não consegue manter preso por mais de 1 mês! Então é hora de sairmos do discurso e passarmos a ação, “pq dinheiro tem o q falta é GESTÃO”. Mas tudo bem, o que tudo indica é que os investimentos e as ações virão na medida q se aproxime as eleiçoes municipais! Só nos resta aguardar!!!!

  • E vai piorar,pois com a reforma do Código de Processo Penal q passará a vigorar em menos de dois meses, vai ficar mais dificil prender alguém.

  • A situação social tá caótica, desemprego,miséria assim nem a OTAN daria jeito, e olha que aqui tem talvez mais policia que qualquer capital do mundo!O estado investe muito em segurança e pouco em qualidade de vida para o Povo.

  • CARA ALCILENE
    ÉGUA O NEGÓCIO TÁ FEIO MESMO, NEM PADRE ESCAPA DOS ROUBOS E FURTOS NO AMAPÁ. E – ENFATIZE-SE – LOGO APÓS A SANTA MISSA.
    JÁ QUE O DR. MARCOS NÃO CONSEGUE ARRUMAR A CASA, É HORA DE APELAR AO BISPO DOM CONTI. AINDA BEM QUE NÃO É DOM CORLEONE. QUE LUXO! UM ABRAÇO.

  • Sinceramente gente, não sei pq motivo, causa ou razão botaram o profº Marcos p/ segurança pública, gente com mais qualificações para ocupar ess cargo existem sim, olha o resultado que ta dando ai! uiuiui quem tem que fazer segurança pública seriam pessoas da area da segurança pública e não da educação!! só me fazem rir!! e a criminalidade ta ai só aumentando!!

    • Pelo mesmo motivo que colocaram o Evandro Gama na saúde,ou seja,acordos politicos,simples assim.A população agradece(ou padece),por estes tão “ilustres acordos”.ACORDA governador,2012 tá chegando e teus adversários só na expectativa p/te dar uma taca.

  • Caros leitores do blog, só sabe o quanto o problema é gravíssimo quem passa, passou ou está passando por ele, como eu passei. Os momentos que você fica em poder desses bandidos é de puro pânico e terror, e você fica rezando pra que saia com vida. A ineficiência do estado é tão alarmante que parece que eles os senhores que estão no poder estão assistindo a tudo isso de camarote, é preciso ação por parte do estado, chega de tentar achar culpados; é hora do estado se fazer presente, colocar ordem na casa, se tiver que elimar muitos bandidos que eliminem, mas que dêem uma resposta rápida a população que está em desespero!

  • Isso é o que dá. Botaram um professor para ser Secretário de Segurança Pública; Botaram um advogado para ser Secretário de Planejamento; Botaram um Engenheiro para ser Secretário da Receita e um advogado para ser Secretário de saúde. Os resultados já estão aparecendo…

  • Não acredito que o governador não perceba o quão inócuas são as medidas tomadas em segurança no Estado. Vai esperar até quanto para se mexer? Será que até o pleito municipal mesmo? Há, será que vai ter chance ou com a antipatia que angariou vai dar oportunidade para um outro grupo de oportunistas tomar conta da carniça? Não tenho runas. Também lembrei que o Amapá é uma das UF com maior efetivo policial per capita, só que polícia ostensiva não adivinha onde os criminosos atuam, não se teleportam no momento das ações e não há identificação na cara dos bandidos denunciando-os. Só o fato de haver divisão institucional para atividades correlatas já é uma incoerência graúda, gera duplicidade de orçamento, ações descoordenadas, concorrência por recursos e conflitos de interesses entre seus agentes, o argumento de vantagens da descentralização de comando perde feio. Ou a polícia judiciária faz o trabalho em colaboração com a ostensiva ou a rotina vai ser a que aí está.

    • Concordo com vc, meu ex-presidente! Só que nos últimos 08 anos o ex-governo investiu unicamente num sistema de segurança que se centrava na repressão, criando o BOP e o ÁGUIA, etc, ao tempo em que extinguia o policiamento comunitário e os postos avançados da polícia militar, e praticamente deu sumiço no serviço de inteligência da PM e da Civil. O resultado é que os “ladrões” estão deitando e rolando e a polícia não consegue fazer nada porque só chega depois do crime ocorrido, ao invés de investigar e o evitar. É triste, mas esta situação não se reverterá de um dia pra outro.

  • Para desenvolver nosso Amapá; o governador tem que ter coragem para enfrentar ao grupo da “ex harmonia”; tenho impressão que o governo esta comprometido com eles. Os resultados estão ahí; sáude, segurança,…não há governo da mudança.

  • Para desenvolver nosso Amapá, o governador tem que ter coragem para enfrentar ao grupo da ex-harmonia. Dá impressão que esta comprometido sua administração; devido às concesões ou negociações com o referido grupo. Os resultados a curto prazo estão sendo negativos. O governo da mudança não existe mais.

  • Alcilene, acredito que isso seja incompetência de quem assessora o Comando Militar, visto que o policiamento ostensivo cabe a Policia Militar.
    Governador, acorda e troca esse pessoal que tá querendo boicotar seu governo.

  • Não sei dizer se é verdade, mas, pelas bandas de cá, dizem que com o fim do governo WG/PP muitos ladrões perderam os empregos que tinham nas centenas de gerências e chefias pelo Estado adentro e, sem ter como sustentar suas mansões, bancar suas farras, prestações dos carrões etc., estão soltos por ai nas ruas, assaltando até quartéis da PM e sequestrando padres. Então é simples: basta empregar todo mundo de novo na boa e velha máquina pública que os assaltos acabam! O que acham? Brilhante, né? @elburrohablando

  • já sei vocês querem de volta o Dr. Aldo na Segurança pública e o Dr. Pedro Paulo Dias na secretária de saúde;com eles o Amapá vira noticia nacional.

  • nao, nao queremos a volta dos super secretarios dos gov. pp e wg, porem existem pessoas mais qualificadas e com mais pulso pra gerir algumas secretarias… nós podemos mais!

  • Os problemas do AMAPÁ são dezesseis ano de desmandos e sucateamento da máquina pública. além dissso temos no atual governo um profundo desrespeito ao servidor publico estadual, como bem ilustra, a situação, o texto postado pelo Sr. Dorinaldo Malafaia após reunião com o Exmo. Sr. Evandro Gama, Secretário de Estado da Saúde.

  • Casa militar em orgão civil é do tempo do governio militar. Vamos extinguir não tem sentido em uma democracia

  • o governo ta preocupado e com os vigilantes que estao trabalhando nas escolas,querendo colocar p o caixa escolar para poder colocar os peixes dele porque no caixa escolar não precisa de curso so ter titulo de eleitor,e os trabalhadores que se ferra na mesa do governador não falta comida.ele não esta preocupado com segurança os asalto estão acontecendo e nada fazem ele tem segurança 24horas ele vai se preocupar com pobre vcs acha? eu votei nele infelismente vamos ver o que vai acontecer até o final do mandato!ai analizarei os meus conceitos.

  • e o prefeito so fazendo promessas deu uma nota no jornal do dia que queria so 60 dias para concertar as ruas da cidade e ate agoraaaaaaaaaaaaaa o meu carro vive na oficina e não sai do bolso dele é pessol temos que procurar nossos direitos.o iptu ja chegou
    pessoal e nos que somos honesto vamos pagar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *