Arraiá da Beira-Rio

A estrutura do festival oficial da Quadra Junina 2013 já está sendo montada no Anfiteatro da Fortaleza de São José de Macapá. Considerado um dos maiores eventos juninos da Região Norte, o Arraiá da Beira-Rio reúne mais de 15 mil jovens em um movimento da cultura que ganhou identidade no Amapá.

A abertura oficial do Arraiá da Beira-Rio será nesta quinta-feira, 13, com apresentações de peça teatral e quadrilhas juninas. A partir do dia 14, começa a disputa para valer dos 97 grupos concorrentes ao título de Melhor Grupo Junino de 2013.

A estrutura deste ano tem capacidade para mais de quatro mil pessoas nas duas arquibancadas e mais duas mil em pé, área reservada para pessoas com necessidades especiais, camarotes e outra área destinada às diretorias dos grupos juninos, com capacidade para 1.500 pessoas (presidentes de quadrilhas, misses, coreógrafos e outros).

Além dessa estrutura, haverá ainda cinema, barracas de comidas típicas, barracas de exposição e vendas de artesanatos e, para completar, um espaço voltado às brincadeiras tradicionais do período.

De acordo com o presidente da Liga dos Grupos e Associações Juninas do Amapá (Ligajap), Rony Oliveira, este ano a estrutura ficará diferente da utilizada ano passado. “Houve a necessidade de aumentar as arquibancadas e os camarotes serão por trás dessa estrutura de arquibancada. Haverá um camarote em frente ao palco para os jurados, diferente do ano passado, que eles ficavam em um tablado, mas quando chovia eles tinham de ser retirados do local. Pensando nisso, os jurados ficarão em um espaço coberto e confortável”, explicou o presidente.

O festival junino ocorrerá de 13 a 30 de junho, sendo que a competição inicia na sexta-feira, 14, com as quadrilhas tradicionais. A média de apresentação será de sete a nove grupos por noite, até o dia 30. Diferente do ano passado, essa edição do forrozão será de pontos corridos, as dez mais bem pontuadas concorrerão à final.

Investimentos

O governador Camilo Capiberibe repassou à Ligajap o montante de R$ 1,5 milhão para a realização dos festejos juninos na capital e outros municípios. Desse montante, R$ 242 mil foram investidos na estrutura.

Adryany Magalhães/Seed

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *