Arquiteto David Covre explica sobre tecnologia e garantia da obra da Leopoldo Machado. Diga não às Fake News!

Em entrevista ao programa Luiz Melo, nesta quarta-feira, 7, o Ex-secretário de Obras, o arquiteto, Davi Covre explicou sobre o problema da rua Leopoldo Machado e disse que nada tem a ver com tecnologia de geogrelha utilizada para pavimentar a via.

É a empresa responsável pela obra que está refazendo o pavimento sem ônus para a prefeitura, disse o atual secretário de Obras, Cássio Cruz.

Segundo Covre, a Leopoldo Machado apresentou problemas em dois trechos que estão já estão sendo recuperados. “Vale lembrar que, a rua tem mais de 5km, e o problema aconteceu em um trecho, entre a Pedro Lazarino e Aimorés. É importante sabermos que, o contrato que fizemos assim como todos os outros que assinamos na gestão do prefeito Clécio prevê garantias para que em casos como esse, o serviço seja realizado sem custo ao cofre público. Vale destacar aqui, que o problema da Leopoldo não possui relação com a utilização de geogrelha, muito menos com qualidade de asfalto, a questão lá é com a execução na base”, explicou David.

Vale destacar aqui, que o problema da Leopoldo não possui relação com a utilização de geogrelha, muito menos com qualidade de asfalto, a questão lá é com a execução na base., disse Covre.

David Covre também falou que, a empresa que executou a obra está refazendo o serviço. “Repito, empresa está refazendo o trecho, sem a prefeitura pagar um centavo por isso. Cabe ela a responsabilidade de refazer a recuperação da via, como está acontecendo. O programa de governo da nossa gestão se comprometeu em fazer 60km de pavimentação, foram feitos mais de 100km. Quem anda pela cidade pode observar ruas que eram muito ruins como, a Padre Júlio, Cora de Carvalho e foram completamente refeitas pela mesma empresa”, finalizou.

 

O que diz a prefeitura: Toda a via tem cerca de 5 quilômetros, em alguns trechos com mais problemas, como perímetro entre as avenida Pedro Lazarino e a avenida Timbiras, em que será refeita toda a base do pavimento. Em pontos com menos prejuízos, como na avenida Rio Grande do Norte, no bairro Pacoval, será feito o recapeamento asfáltico.

“É a empresa responsável pela obra que está refazendo o pavimento sem ônus para a prefeitura. Como contratante, procuramos nos precaver com as análises de laboratório e levantamento dos trechos afetados. ”, disse o secretário municipal de obra, Cássio Cruz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *