Após afastamento do presidente da CBF, jogadores e comissão técnica decidem disputar a Copa América

O Grupo ainda deverá manifestar sua posição sobre a realização do evento no Brasil após o jogo de amanhã contra o Paraguai, válido pelas eliminatórias para a Copa do Mundo do ano que vem no Qatar.

Em meio a tantos escândalos e polêmica,  após o presidente da república autorizar a realização da Copa América no Brasil,  a comissão técnica e os jogadores deixaram no ar a insatisfação quanto a participação no evento, sendo até mesmo cogitada a troca do técnico da seleção após o fim do evento.  A acusação de assédio sexual contra o presidente afastado da CBF, Rogério Caboclo, deixou claro a fragilidade e os problemas internos que a CBF vem passando.

A decisão oficial dos atletas na participação da Copa América deve ser comunicada amanhã, junto a um manifesto com críticas á forma de como o evento foi organizado em meio a pandemia de covid-19, ao apertado calendário de competições, e a relação que a CBF vem tendo com jogadores e comissão técnica.

Não se sabe ainda o que motivou a decisão do grupo em participar da competição.

(Ricardo Cavalcante Leão Dias Filho)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *