Apenas, Parem!

Vejam esse release da Prefeitura de Macapá

Edital de Concurso da CTMac será lançado na próxima semana

A Prefeitura de Macapá adiou para a próxima semana o lançamento do edital para concurso público ao quadro efetivo da Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac). O edital, que seria divulgado no gabinete do prefeito da capital, Roberto Góes, na quarta, 14, foi adiado para após o feriado do Dia da Consciência Negra.

“O lançamento no fim de ano se deve pelo término do período eleitoral, não caracterizando uma medida eleitoreira da prefeitura. E já está previsto no orçamento de 2013 da CTMac, que atualmente encontra-se dentro do orçamento da PMM, na Câmara de Macapá”, disse o presidente da companhia, Carlos Sérgio.

Segundo o presidente da autarquia, o edital está em fase de conclusão, por isso algumas informações ainda não foram definidas, como os pré-requisitos, por exemplo.
No entanto, o certo é que o concurso será destinado a pessoas de nível médio e superior. Os cargos de nível médio terão salários iniciais de R$ 1.244; e os candidatos que optarem concorrer aos cargos de ensino superior, disputarão remuneração inicial de R$ 2.488. “Ainda não está confirmado, mas a inscrição calcula-se no máximo até R$ 53,00 para nível médio e R$ 75,00 para nível superior”, mensurou Carlos Sérgio.
As provas estão previstas para domingo, 27 de janeiro de 2013. A confirmação depende do término das inscrições, que geralmente é 30 dias após o seu encerramento.

Nota do Blog:

1- Como pode uma gestão que não fez um concurso sequer durante 4 anos, anunciar um concurso depois que tem outro prefeito eleito?

2 – O orçamento 2013 ainda não está aprovado pela Câmara Municipal, portanto, não podem afirmar que tem orçamento.

3 – Se o edital nem está pronto, por que a pressa em lançar ainda este ano, se a partir de janeiro tem uma nova gestão?

4 – hummmm….

 

  • A ordem onde o PDT administra é bagunçar,criar o caos, fomentar a discórdia, a má gestão, e o pior é que metade da população queria que isso continuasse.

  • Cara Alcilene, os seus questionamentos sempre mereceram os meus posicionamentos, quando se trata de assuntos relacionados a pasta de transito e transporte de Macapá, foi assim com a Leopoldo Machado que melhoramos o fluxo de veículos, com a ciclofaixa construída na Hamilton Silva e agora com o concurso público. A PMM só poderia lançar o concurso p/ CTMac, em 2012, ano em que foi criada, ou seja, a EMTU transformada em Autarquia Espacial, passando de Empresa Municipal de Transportes Urbanos para Companhia de Transito e Transporte cê Macapá. Primeiro se trabalhou o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração que ainda não foi aprovado por conta da legislação eleitoral. Depois toda a regulamentação da nova Autarquia, incluindo aí a realização do concurso público, tendo o primeiro passo a previsão orçamentária para 2013. Se tivéssemos lançado no período eleitoral os opositores considerariam medida eleitoreira, agora consideram inoportuna. O concurso está dentro do cronograma de medidas da nova Autarquia, é compromisso do Prefeito Roberto que tem mandato até 31/12/12 e está previsto nos compromissos do Prefeito eleito Clécio. Existe uma equipe de transição que pode acompanhar perfeitamente as etapas do edital, até porque a atual administração só vai lançar, as demais etapas como: aplicação das provas, correção, publicação do resultado e chamamento é de responsabilidade da nova gestão que se inicia em 01/01/13. O Prefeito Roberto cumpre toda a legislação vigente no país que norteia o final da gestão, qual seja, Lei de Responsabilidade Fiscal e orientações e decisões emanadas do TCE, além da Constituição Federal que determina o inicio e o termino dos mandatos para Prefeito – 01/01/2009 a 31/12/2012.

    • Então, só farão as provas e correções, só isso? Poupem-nos dessas medidas altamente suspeitas. Vc pode entrar aqui e falar o q bem entender, mas querer justificar o injustificável não dá.
      Nada justifica esse concurso. Qual vai ser a empresa q prestará as provas? Quem serão os aprovados? Terõ muitos Góes ou apadrinhados aprovados? O mínimo q o Roberto poderia fazer era sair com dignidade.

  • Cara Alcilene, os seus questionamentos sempre merecerão os meus posicionamentos, quando se trata de assuntos relacionados a pasta de transito e transporte de Macapá, foi assim com a Leopoldo Machado que melhoramos o fluxo de veículos, com a ciclofaixa construída na Hamilton Silva e agora com o concurso público. A PMM só poderia lançar o concurso p/ CTMac, em 2012, ano em que foi criada, ou seja, a EMTU transformada em Autarquia Espacial, passando de Empresa Municipal de Transportes Urbanos para Companhia de Transito e Transporte cê Macapá. Primeiro se trabalhou o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração que ainda não foi aprovado por conta da legislação eleitoral. Depois toda a regulamentação da nova Autarquia, incluindo aí a realização do concurso público, tendo o primeiro passo a previsão orçamentária para 2013. Se tivéssemos lançado no período eleitoral os opositores considerariam medida eleitoreira, agora consideram inoportuna. O concurso está dentro do cronograma de medidas da nova Autarquia, é compromisso do Prefeito Roberto que tem mandato até 31/12/12 e está previsto nos compromissos do Prefeito eleito Clécio. Existe uma equipe de transição que pode acompanhar perfeitamente as etapas do edital, até porque a atual administração só vai lançar, as demais etapas como: aplicação das provas, correção, publicação do resultado e chamamento é de responsabilidade da nova gestão que se inicia em 01/01/13. O Prefeito Roberto cumpre toda a legislação vigente no país que norteia o final da gestão, qual seja, Lei de Responsabilidade Fiscal e orientações e decisões emanadas do TCE, além da Constituição Federal que determina o inicio e o termino dos mandatos para Prefeito – 01/01/2009 a 31/12/2012. Hummmmmm!

    • Cai na real Secretário. O peródo de vocês já passou. Que justificativa fraca. Uma administração que começou com o governo, depois foi prá prefeitura, e nenhuma das duas deixará suadade. Toda transição demonstra claramente a competência de um governo, e essa, nem precisa de comentários.

  • Eta governo 12 da gagunça e do mal gerenciamento. Porra Roberto vai logo embora, arruma tuas tralhas e deixa o Clécio agora pegar as tuas cagadas. Vai cuidar do nosso futebol falido que você criou. Tem cada figura que dá vergonha!

  • gostei da explanação do sr carlos sergio, bem que caberia um pedido de desculpa da blogueira, pois a explicação foi bem dentro dos trâmites legais. será que a blogueira não pode calçar as sandalias da humildade?.

  • Esse edital era “tão previsto” que o Roberto Góes nem o mencionou na campanha política,mas, pelo contrário, deixou ser criticado por toda a campanha eleitoral por não promover nenhum Concurso Público em sua gestão. Resultado: não foi reeleito. E agora vem com essa história pra boi dormir. Vamos ficar atentos!!!

  • “Estranho,muito estranho.O gov. PDT passou 4,4 anos sem fazer PN!!!!!!!!!!!!!Qando menos esperamos divulgam essa surpresa.O que será que está havendo?”

  • Com toda certeza esse concurso não vai sair. Cabe, logicamente, questionamento judicial. Consegue-se adiar até janeiro, aí é com o novo prefeito.

  • A questão é bem simples! O município tá afundado em dívidas! Essa lenga-lenga de compromisso de campanha é balela. Se o governo da PIÇICA tivesse responsabilidade, teria terminado às obras do canal da mendonça júnior e do tal shopping do trabalhador, sem falar do abandono a que foi deixado nosso Parque Zoobotânico. Deixa agora o Prefeito Clécio gerenciar a casa e esse concurso tem de acontecer na gestão do novo prefeito. A equipe de transição tá tendo seus trabalhos obstruídos e sonegados. Por si só, ela possui suas limitações. Sr. Roberto vá cuidar do nosso futebol falido e sugiro, desde logo, que contrate uma boa banca de advogados e prepare o bolso. O caso do MENSALÃO, deve servir de bom exemplo àqueles gestores que acham que podem fazer tudo ao arrepio da Lei e da Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *