Amapá Solidário quer ajudar mais de 35 mil famílias – Rede com movimentos sociais e igrejas de várias religiões, faz elos de cuidados e afetos para enfrentar a pandemia

 

O Amapá Solidário surgiu dos esforços de uma rede de voluntários que criou uma espécie de grupo para amparar diversas iniciativas de combate, prevenção e apoio às famílias atingidas pela pandemia de covid-19 no estado. O projeto reúne um coletivo com nove ações sociais que pretendem amparar cerca de 35 mil famílias.

A ideia surgiu em favor da conscientização acerca da prevenção, como forma de conter os avanços da doença, considerando fundamentalmente que as medidas preventivas devem ser acompanhadas de políticas assistenciais emergenciais de combate à fome e à desinformação e de cadastramento das pessoas em vulnerabilidade social nos programas de transferência de renda.

“Tempos como o que vivemos são também de reflexão sobre a vivência em sociedade. Como podemos contribuir para que essas ações impactem cada vez mais pessoas e salvem mais vidas?”, disse Rafael Araújo, voluntário do projeto.

Dentre os objetivos do Amapá Solidário estão arrecadar e distribuir alimentação, máscaras de uso não profissional e produtos de higiene. Além de construir uma rede de solidariedade entre sociedade civil, iniciativa privada e poder público nas três esferas.

Bem como, conscientizar, através de informações científicas, sobre a importância do isolamento social, combater as fake news, disseminar serviços delivery’s essenciais por bairro, além de apoio psicológico e jurídico.

“A solidariedade e a empatia são fundamentais para que a gente possa tecer estratégias de cuidado coletivo, sobretudo com os mais vulneráveis aos impactos da pandemia. Apoiar e manter vivo os laços de conexão afetiva com as pessoas”, explicou Alzira Nogueira, voluntária.

Outras entidades podem ser adicionadas à plataforma, basta fazer contato com os envolvidos e preencher um cadastro de informações. Maiores informações: Alzira – 99138-7549

*Amapá*
O Amapá possui pouco mais de 850 mil habitantes. Atualmente, conta com 26 leitos de tratamento específico da Covid-19, tem mais de 800 casos confirmados e 26 óbitos e mais de 100 pessoas hospitalizadas.

Em 2019, o Amapá figurou como a segunda maior taxa de desemprego do país, na faixa de 16,7% da população ativa, mais de 66 mil pessoas.

Na pesquisa SIS, o Amapá é o 6º estado mais pobre do país. Aproximadamente 46% da população tem renda inferior a R$ 406,00 por mês e taxa de desocupação de cerca de 18%

*Vejam abaixo a lista de locais de arrecadação de alimentos, produtos de higiene ou equipamentos de proteção de uso pessoal.*

*Igreja Nossa Senhora de Nazaré (Cáritas Diocesana)*
Av. Coqueiro 400, Bairro Brasil Novo
Robertinho – 9908-6761

*Igreja São Raimundo Nonato (Cáritas Diocesana)*
Av. das Bacabas 648, Bairro Açaí
Robertinho – 9908-6761

*Congregação Betel – Assembleia de Deus A Pioneira*
Av Padre Júlio 2963 entre Paraná e Marcelo Cândia.
Euclides – 98114-3449

*Comunidade Evangélica Reviver*
Av. Ernestino Borges 1224, Bairro Jesus de Nazaré.
Segunda à Sexta-Feira, 08h às 12h.
Lucas Abrahao – 98101.0301

*Assembleia de Deus Igarapé da Fortaleza*
Rod. Salvador Diniz, 980 – Fortaleza, Santana.
Segunda à Sexta-Feira, 08h às 12h.

*Centro de Atendimento às Famílias (CAF)*
Rua Cláudio Lúcio Monteiro, 1717, Remédios II, Santana, CEP 68.927-003. Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Santana.
José Maria – 98133-4062

*Centro de Atividades Sociais da Periferias (CASP)*
Av Francisco Torquato de Araujo (10 do Congós) , 1151Carmem Duarte
Telefone: 98405-0597

*Ajeum – Coletivo de Ekedjys e Ogãns de Macapá*
Ekedjy Alice – 96 98419-0943
Ekedjy Elane – 96 99123-803
Ogãn Kayango – 96 98134-2004

*Ministério Betel*
Mendonça Furtado, 1741
Simone Palheta – 98140-4000

*Central Única das Favelas (CUFA-AP)*
Av. Francisco Torquato de Araújo, 1151,
Bairro Congós, Macapá-AP. CEP: 68900-000
Izam Cabrero – 96 98412-2388

*Juventude de Terreiros/ Congá de São Jorge*
Rua Francisco Xavier das Chagas, 477,
Jardim Felicidade I
Jomar Filho – 96 98803-7656

*DCE Unifap*
Rodovia JK, Campus Marco Zero
Daniel Lima – 99112-1076

 

 

Um dos ateliês parceiros da campanha. Você pode encomendar as máscaras, pagar pela internet, avisar alguém da campanha que eles vão buscar para fazer a doação.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *