Amapá pode perder milhões do Calha Norte

Promotor de Justiça, Adilson Garcia, foi a Brasília a serviço do MP-Ap ver as emendas parlamentares da instituição e descobriu que o Amapá pode perder milhões do Programa Calha Norte.

Foram mais de 100 milhões em emendas para o Amapá. Dessas, 37 milhões estão empenhadas, e sem poder ser liberadas por que o Amapá está com pendências no CAUC- O cadastro único de convênios.

No Ministério da Defesa, disseram ao promotor Adilson, que eles liberaram milhões para os outros estados da Amazônia contemplados pelo Calha Norte, e por causa de pendências não puderam liberar para o Amapá.

  • Meu Deus, fico pensativo quando leio coisas assim, me sinto tão chateado com a incompetência administrativa que assolou o Amapá. O Estado é cheio de pendências, vive tendo problemas em receber os recursos federais. ô POVINHO MEDÍOCRE! Ainda bem que tá chegando o fim.

  • A política no Amapá precisa de verdade. Tenho um cunhado que trabalha na área de projetos do GEA. O problema da captação de recursos são as inadimplências e não o árduo trabalho dos técnicos do Governo do Estado que conseguem aprovar os projetos, mas conseguem torná-los realidade por problemas administrativos, como falta de contrapartida. Hoje o Amapá segundo o Portal da Transparência tem quase 600 milhões de reais para receber do Governo Federal. Mas a falta de contrapartida e as inadimplências tem impedido desse dinheiro entra nas contas do estado. Essas verbas fazem falta na saúde, educação e infraestrutura e outras áreas consideradas vitais…

  • Vi a entrevista com o Promotor e fiquei horrorizada, isto devia ter sido feito antes das eleições. Assim como o orçamento da Assembléia, que é uma afronta a nós, simples mortais. Será que tem jeito…? É respirar fundo e achar que um dia há de mudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *